Mineração - SINFERBASE - Sindicato Nacional da Indústria de Mineração
22

Mineração

 

MINÉRIO DE FERRO E PELOTAS

 

O minério de ferro é encontrado na natureza na forma de rochas, misturado a outros elementos.
 
Por meio de diversos processos industriais com tecnologia de ponta, o minério é beneficiado para, posteriormente, ser vendido para as indústrias siderúrgicas.
 
Na construção de casas, na fabricação de carros e na produção de eletrodomésticos, encontra-se um pouquinho do minério de ferro produzido.
 

 

 

 

 

ATENÇÃO: TRADUÇÃO LIVRE DA CLÁUSULA 3 DA NORMA ISO 11323

3 Minério de ferro natural e processado

3.1 minério de ferro

quaisquer rochas, minerais ou agregados de minerais, naturais ou processados, a partir dos quais o ferro pode ser produzido comercialmente.

NOTA – Os principais minerais ferríferos que ocorrem no minério de ferro, isoladamente ou em conjunto, são:

a)    hematitas vermelha, marrom e especular, martita e maghemita;

b)    magnetita;

c)    óxidos hidratados de ferro, incluindo goethita, limonita e limnita;

d)    carbonatos de ferro, incluindo siderita ou chalibita, ankerita e outros carbonatos mistos;

e)    piritas de ferro calcinadas ou cinza/escória de pirita;

f)     ferritas (por exemplo, ferrita de cálcio), que ocorrem algumas vezes em minérios naturais, mas principalmente em pelotas auto-fundentes e minérios sinterizados.

Também são incluídos minério de ferro e concentrados manganesíferos que contêm não mais que 8% de manganês em massa (em base seca após aquecimento a 105oC).

São excluídos minerais ferríferos finamente moídos usados para pigmentos, esmaltes, suspensão de meio denso e outros materiais não relacionados à fabricação de ferro e aço.

3.2 minério de ferro natural

minérios como extraídos das minas e não submetidos a quaisquer processos de beneficiamento, exceto a classificação por tamanho

NOTA – Tais minérios também são chamados de minérios direct shipping (embarque direto) ou run-of-mine .

3.3 minério granulado (lump ore)

minérios constituídos de partículas grosseiras, com um limite de menor tamanho especificado na faixa de 10 mm a 6,3 mm.

3.3 minérios bitolados

minérios que tenham sido preparados para atingir limites de tamanho especificados

3.4 finos de minério, minérios finos

minérios constituídos completamente por partículas pequenas, com limites de maior tamanho especificados na faixa de 10 mm a 6,3 mm (mesma faixa do granulado???)

3.5 minérios processados

minérios tratados por processos físicos ou químicos para torná-los mais adequados para a produção subsequente de ferro e aço

NOTA – Os principais objetivos do processamento incluem os seguintes:

a)     aumento do teor de ferro;

b)    redução dos constituintes formadores de escória;

c)     redução das impurezas prejudiciais tais como os compostos de fósforo, arsênio e enxofre;

d)    ajuste da distribuição granulométrica;

e)     melhoria do comportamento metalúrgico da carga metálica do forno.

3.6 concentrados

minérios processados (3.6) nos quais o teor de ferro tenha sido aumentado

3.7 aglomerados

minérios processados (3.6) constituídos por fragmentos coerentes, os quais são substancialmente maiores que as partículas (6.1) originais

NOTA – Os processos industriais para produzir aglomerados incluem a sinterização e a pelotização.

3.8 minério sinterizado

tipo de aglomerado (3.8) produzido a partir de finos de minério (3.5) por meio da combustão de tiragem forçada de um combustível misturado incompreensível. Mostrar termo em inglês para rever tradução.

NOTA – Os minérios sinterizados são formados através da adesão entre as partículas devido à fusão superficial, difusão e recristalização.  Os minérios sinterizados podem ser auto-fundentes de acordo com os seus teores de óxidos ácidos e básicos.

3.9 pelotas

tipo de aglomerado (3.8) produzido a partir da esferoidização de finos de minério (3.5), usualmente mais finos que 100 mm,  com vários aditivos, seguida muitas vezes por endurecimento aglutinador a quente ou a frio.

NOTA – Pelotas podem ser ácidas, parcialmente auto-fundentes, auto-fundentes ou super auto-fundentes, de acordo com sue conteúdo de óxidos ácidos e básicos.