NOTÍCIAS

27 de novembro | Dia do Engenheiro e Técnico de Segurança do Trabalho

27 de novembro de 2018

Claudia Pellegrinelli, engenheira de segurança do trabalho, está à frente do Programa de Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração (MINERAÇÃO) desde a sua criação, em 2008. O programa é uma iniciativa do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM). Em comemoração ao Dia do Engenheiro de Segurança do Trabalho e do Técnico de Segurança do Trabalho, o Portal da Mineração publica uma entrevista exclusiva com ela. Confira:

Portal da Mineração: Qual o papel dos engenheiros e técnicos de segurança do trabalho na prevenção de acidentes?

Claudia Pellegrinelli: Esses profissionais atuam em empresas de todas as categorias. Cabe a eles elaborar e implementar uma política de saúde e segurança ocupacional para evitar acidentes, adequar as condições de trabalho às limitações do ser humano, minimizar riscos e adotar medidas de proteção e controle, além de conscientizar os trabalhadores sobre as melhores práticas de se exercer o trabalho.

Portal da Mineração: E como esses profissionais atuam nas mineradoras?

Claudia Pellegrinelli: Os engenheiros de segurança do trabalho trabalham diretamente na política de saúde e segurança do trabalho (SST) das empresas. Promovem o levantamento, a divulgação e a eliminação dos riscos existentes, em busca das melhores práticas de se desenvolver o trabalho e preservar a vida dos trabalhadores. Esses profissionais observam sempre a evolução mundial das ferramentas e boas práticas e as obrigações legais.

Portal da Mineração: Qual conselho você daria para os estudantes que pretendem seguir carreira nessa área?

Cláudia Pellegrinelli: A área de SST está em franco crescimento nas empresas. Considero que é o momento ideal para investir na carreira. As empresas vêm valorizando cada vez mais esses profissionais.

Portal da Mineração: Qual o papel do IBRAM na prevenção de acidentes de trabalho? Como o Instituto atua nesse sentido?

Cláudia Pellegrinelli: O IBRAM é consciente do seu papel perante todo o segmento mineral e busca reunir toda a inovação existente na área de SST para o setor. Além disso, participa de comissões nacionais de discussões, atende às demandas específicas e cria grupos de debate sobre as melhores formas de atuar. O objetivo é reduzir o número de acidentes na mineração. O Instituto conduz o principal programa de conscientização empresarial do setor mineral sobre o tema, que é o MINERAÇÃO.

Portal da Mineração: O que é o Programa MINERAÇÃO?

Cláudia Pellegrinelli: Desenvolvido e coordenado pelo IBRAM, o Programa Especial de Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração (MINERAÇÃO) auxilia as empresas do setor em prol da redução do número de acidentes ocupacionais.

O Programa busca estimular a prevenção por meio da implantação de diversas iniciativas voltadas à diminuição dos principais riscos à segurança e à saúde ocupacional detectados no segmento mineral. O MINERAÇÃO incentiva a criação de Sistemas de Gerenciamento de Riscos pelas empresas, realiza treinamentos específicos, de acordo com as demandas do setor, promove intercâmbios de boas práticas e trabalha no desenvolvimento de banco de dados com informações estatísticas sobre acidentes para o setor.


SAIBA MAIS

Você sabe exatamente o que é segurança no trabalho? E o que é acidente de trabalho?A especialista Cláudia Pelegrinelli responde:

Claudia Pellegrinelli: Segurança no trabalho é uma ciência que busca identificar e tratar todos os riscos existentes nos ambientes de trabalho de modo a evitar acidentes. O objetivo principal é proteger a saúde e preservar a integridade e a capacidade de trabalho de cada empregado.

Claudia Pellegrinelli: A terminologia “acidente de trabalho” está expressa no artigo 19 da Lei nº 8.213/91 : acidente de trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa e provoca lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte, perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho.


 

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



MINÉRIO DE FERRO: Preço tem leve alta no mercado futuro

1 de novembro de 2017

O contrato mais negociado no mercado futuro de minério de ferro, na China, com vencimento em janeiro de 2018, passou de 428 para 429,5 iuanes, ou US$ 65,09 a tonelada, de acordo com o câmbio.

LEIA MAIS

Alcoa apoia desenvolvimento em Inglês para alunos do Senai Juruti

10 de dezembro de 2018

Estudantes do Programa de Formação de Operadores e Operadoras (PFO) e de cursos técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial…

LEIA MAIS

LITOTECA DA CBPM É REABERTA

5 de outubro de 2015

Os interessados em fazer consultas em amostras de testemunhos de sondagem de projetos pesquisados pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) já podem programar visitas à Litoteca da empresa.

LEIA MAIS