NOTÍCIAS

A sustentabilidade na atividade mineral em foco

14 de junho de 2012

rnA mineração é um dos setores que mais investe e emprega no estado (Foto: Agência Vale)rn rnA Assembleia Legislativa fará sessão solene, hoje a partir das 10 horas, para instalar a Frente Parlamentar de

rn

A mineração é um dos setores que mais investe e emprega no estado (Foto: Agência Vale)

rn

 

rn

A Assembleia Legislativa fará sessão solene, hoje a partir das 10 horas, para instalar a Frente Parlamentar de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável da Mineração. Além de parlamentares estaduais, serão convidados para integrar os trabalhos da frente, pesquisadores e membros das instituições de ensino voltados para a atividade mineral, representantes das empresas e entidades mineradoras e do governo federal e estadual.

rn

 

rn

A frente será presidida pelo deputado Raimundo Santos (PR). A vice-presidente a deputada Bernadete Ten Caten e o relator será o deputado Gabriel Guerreiro (PV). Todos os outros 38 deputados estaduais serão membros efetivos da frente.

rn

 

rn

Segundo o presidente, os deputados têm a exata noção da importância da atividade mineral para o Estado do Pará, para o País e para o mundo. “Especialmente aqui no Pará, toda a economia depende da mineração e é esse debate que está sendo travado pelos nossos representantes na conferência Rio+20”, ressalta Raimundo Santos.

rn

 

rn

No entanto, enfatiza o presidente, a questão fiscal, a partir da Lei Kandir, que desonera a exportação de minério bruto e semielaborado, precisa ser enfrentada, através de debates de contribuições de especialistas, a fim de encontrar uma saída para que o Pará seja melhor compensado pela exploração da atividade mineral.

rn

 

rn

Santos diz que todos reconhecem que a mineração é quem mais emprega e mais investe no Pará. Atualmente são gerados pelo setor 232 mil postos de trabalho diretos e indiretos com a previsão de que mais 113 mil postos sejam criados até 2016.

rn

 

rn

As primeiras ações da frente já estão sendo programadas para os municípios que abrigam projetos minerais. Dias 23 e 24 deste mês os deputados vão visitar o município de Paragominas e a agenda toda será montada para os demais, após o recesso parlamentar de julho. Raimundo Santos adianta que serão produzidos relatórios permanentes da atividade da frente para informar a sociedade e ao poder público.

rn

 

Fonte: Diário do Pará

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Desenvolvimento de Normas Internacionais da ISO em debate

12 de novembro de 2018

Produtores, consumidores, clientes e prestadores de serviços relacionados ao Setor Mineral Brasileiro reuniram esforços para desenvolver e atualizar normas técnicas…

LEIA MAIS

Samarco: os três anos do rompimento de Fundão

5 de novembro de 2018

O rompimento da barragem de Fundão completa 3 anos. Uma realidade que faz parte da jornada da Samarco. O dia…

LEIA MAIS

Inscrições abertas para o Simpósio do Ouro e Metais Nobres em Minas Gerais

8 de outubro de 2018

studos do Conselho Mundial do Ouro (World Gold Council – WGC) apontam que a expansão da classe média na China…

LEIA MAIS