NOTÍCIAS

ABAL inaugura Centro Cultural

29 de maio de 2017

O CCAL será o ponto de contato institucional entre a indústria e a sociedade, além de difusor da cultura e história ligadas ao alumínio

A Associação Brasileira do Alumínio – ABAL inaugurou recentemente o Centro Cultural do Alumínio – CCAL, “um espaço público e democrático de convivência e informações sobre esse metal que se reinventa há mais de 100 anos”, segundo a entidade. O CCAL será o ponto de contato institucional entre a indústria e a sociedade, além de difusor da cultura e história ligadas ao alumínio.
 
“Trata-se de um centro de valorização do alumínio; o metal está presente no projeto arquitetônico, na ambientação e no seu acervo com mais de quatro mil itens entre livros, periódicos, produtos, objetos históricos e obras de arte”, ressalta Milton Rego, presidente executivo da ABAL.
 
O Centro Cultural, que recebeu incentivo do Ministério da Cultura – Lei Rouanet – é mantido pela ABAL e está instalado na sede da entidade. O local é dotado de condições físicas, tecnológicas e de mobiliário para atender ao público, podendo receber eventos, exposições, workshops e visitas organizadas.
 
A viabilização do CCAL foi possível também graças ao patrocínio das empresas associadas: Alcoa, Companhia Brasileira de Alumínio – CBA, Grupo ReciclaBR, Hydro e Novelis.
 
Mineração Responsável
 
A entidade também lançou o Relatório Bauxita no Brasil – Mineração Responsável e Competitividade, que apresenta uma análise da indústria brasileira de bauxita no ano de 2015, bem como os seus desafios e oportunidades. 
 
“Com a iniciativa, esperamos difundir a realidade da mineração de bauxita no Brasil e apontar rumos sustentáveis para melhor aproveitar os recursos minerais com os quais nosso país foi beneficiado. Este já é um fator diferencial do nosso mercado e só tende a crescer”, afirma Milton Rego.
 
Segundo o relatório, o Brasil ocupou o terceiro lugar na produção mundial de bauxita, com 37 milhões de toneladas, atrás da Austrália (81 milhões t) e China (65 milhões t). Segundo a ABAL, as empresas que produzem bauxita no Brasil (Alcoa, CBA, Hindalco, Norse Hydro, MRN, Rio Tinto e South32) “adotam as melhores práticas ambientais e buscam, através de programas estruturados, impulsionar a atividade minerária como um catalisador de desenvolvimento socioeconômico local”.  
 
Brasil Mineral
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Belo Horizonte é o terceiro mercado de coworking no Brasil

27 de novembro de 2018

Maior empresa do setor no mundo lança espaço de seis andares na cidade Terceiro maior mercado de coworkings do Brasil…

LEIA MAIS

Anglo American divulga resultados de produção do terceiro trimestre

24 de outubro de 2017

A Anglo American reportou um aumento de 6% na produção total em base equivalente de cobre, em comparação com o mesmo período em 2016.

LEIA MAIS

Programação da EXPOSIBRAM 2019 é construída de forma colaborativa

12 de novembro de 2018

Em pesquisa realizada pela internet, interessados em participar da próxima edição da Expo & Congresso Brasileiro de Mineração indicaram os…

LEIA MAIS