NOTÍCIAS

ALL Ore adquire direitos de mineração de ouro no Pará

3 de julho de 2012

rnA ALL Ore Mineração, companhia controlada por investidores alemães, informou que firmou dois novos contratos para compra de áreas de pesquisa de ouro no Brasil. O metal precioso é o novo foco da empresa, que j&aac

rn

A ALL Ore Mineração, companhia controlada por investidores alemães, informou que firmou dois novos contratos para compra de áreas de pesquisa de ouro no Brasil. O metal precioso é o novo foco da empresa, que já esteve envolvida em dois projetos de minério de ferro, no Rio Grande do Norte e Minas Gerais, porém sem sucesso.

rn

Ainda pré-operacional, a ALL Ore, por meio dos dois contratos, vai poder pesquisar e adquirir áreas estimada em 25 mil hectares na região do rio Tapajós, no Pará. O valor das aquisições, informou no comunicado, será definido de acordo com os recursos minerais encontrados nas áreas.

rn

Com isso, a mineradora destaca que define seu foco no segmento de ouro. Em dezembro, a ALL Ore comprou a Zanka 06, detentora de nove alvarás de pesquisa de ouro na região de Igaracy, na Paraíba. A empresa informou  que seguirá avaliando mais ativos minerais para se consolidar na mineração de ouro.

rn

 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



27 de novembro | Dia do Engenheiro e Técnico de Segurança do Trabalho

27 de novembro de 2018

Claudia Pellegrinelli, engenheira de segurança do trabalho, está à frente do Programa de Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração (MINERAÇÃO) desde…

LEIA MAIS

IBRAM realiza pesquisa sobre o que o público gostaria de ver na próxima edição da EXPOSIBRAM

8 de outubro de 2018

O que você gostaria de sugerir para a próxima edição da  Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (EXPOSIBRAM)? Considerada a principal vitrine…

LEIA MAIS

Programação da EXPOSIBRAM 2019 é construída de forma colaborativa

12 de novembro de 2018

Em pesquisa realizada pela internet, interessados em participar da próxima edição da Expo & Congresso Brasileiro de Mineração indicaram os…

LEIA MAIS