NOTÍCIAS

Alubar prioriza fornecedores do Pará

10 de abril de 2018

Em 2017, a maior parte dos investimentos da Alubar com compras e serviços foi aplicada no Pará. A fábrica, líder na América Latina na fabricação de cabos elétricos de alumínio e produtora de condutores elétricos de cobre para média e baixa tensão, gastou cerca de R$ 1 bilhão em compras feitas no estado. O valor representa 80% do total de compras efetuadas pela empresa no ano passado. Além disso, 70% dos serviços contratados pela Alubar são de fornecedores locais.

A iniciativa de investir e valorizar fornecedores paraenses contribui para o desenvolvimento do estado e da cadeia produtiva do alumínio e do cobre, além de reduzir custos com logística e movimentação de mercadorias necessárias para a produção.

O gerente de Suprimentos da Alubar, Fábio Rezende, explica que desde o início das atividades da empresa no Pará, a Alubar atua no desenvolvimento de fornecedores locais, como forma de contribuir cada vez mais para dinamizar a economia do estado. “Procuramos desenvolver os fornecedores, trazendo-os para dentro da empresa. É uma forma de estimular maior proximidade com nossas operações, gerando mais conhecimento das nossas necessidades e contribuindo para que se adequem às melhores práticas”.

Segundo Rezende, a empresa passa por um momento de expansão de sua produção e, como resultado, pretende também aumentar o volume de compras no estado. “Nosso objetivo é que o Pará cresça junto com a nossa empresa. Como estamos em plena fase de expansão, a expectativa é aumentar o volume de compras no estado contribuindo para o fortalecimento da economia na região. A Alubar só compra de fora os insumos que não encontramos no estado”, afirma Fábio Rezende.

Como reconhecimento deste trabalho, em 2017 a Alubar ficou em segundo lugar na categoria Percentum do V Prêmio REDES de Desenvolvimento. A homenagem é concedida pela REDES – Inovação e Sustentabilidade Econômica, iniciativa do Sistema Federação das Indústrias do Pará (FIEPA), que premia as empresas que mais compraram no Pará, em termos percentuais.

A coordenadora de projetos e pesquisa da REDES, Rafaela Leoncy, explica que a Alubar tem buscado parcerias para fazer com que as empresas locais cumpram os requisitos de qualidade para se tornarem fornecedores da indústria. “É uma forma de usar e valorizar a mão de obra dos fornecedores locais. Temos excelentes empresas no Pará que trabalham com as indústrias, para todo o tipo de demanda que elas necessitem. Às vezes o serviço já é bom, mas precisamos entrar com algumas ações de desenvolvimento de gestão para que as empresas atendam as exigências de documentação e qualidade”, afirmou.

A empresa Tech Fix Comércios de Produtos de Fixação é fornecedora da Alubar há dez anos. O gerente comercial Paulo Elleres confirma que a parceria contribui com o crescimento da economia no estado. “Fornecemos para a Alubar produtos como graxa, lixa e diversas ferramentas. Ao optar pelos fornecedores locais, Alubar colabora para o nosso desenvolvimento, gerando receitas de impostos e novos postos de trabalho na região”, diz Paulo Elleres.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



MINÉRIO DE FERRO: Preço tem leve alta no mercado futuro

1 de novembro de 2017

O contrato mais negociado no mercado futuro de minério de ferro, na China, com vencimento em janeiro de 2018, passou de 428 para 429,5 iuanes, ou US$ 65,09 a tonelada, de acordo com o câmbio.

LEIA MAIS

Produção da Vale bate recorde no trimestre

20 de outubro de 2017

O complexo atingiu recorde trimestral de 45 Mt no terceiro trimestre, ao produzir 8,5% a mais do que no segundo trimestre.

LEIA MAIS

Exportação de pelotas aumenta 14,2% de janeiro a setembro

23 de novembro de 2017

Foram exportadas 22,5 milhões de toneladas de pelotas nos nove meses deste ano A exportação de pelotas, feita pela Vale,…

LEIA MAIS