NOTÍCIAS

BHP tira minério de circulação para sustentar preços

18 de janeiro de 2013

 A BHP Billiton, terceira maior produtora de minério de ferro do mundo, comprou 100 mil toneladas da matéria-prima no mercado à vista em um movimento raro que traders interpretaram como uma estratégia das pr&oacu

 A BHP Billiton, terceira maior produtora de minério de ferro do mundo, comprou 100 mil toneladas da matéria-prima no mercado à vista em um movimento raro que traders interpretaram como uma estratégia das próprias mineradoras para conter uma queda nos preços em meio a uma diminuição da demanda chinesa.

Uma escalada de preços do minério de ferro, cujos preços atingiram o maior nível em 15 meses na semana passada, foi um alívio para mineradoras como a BHP, mas pegou o mercado de surpresa, afugentando compradores na China, principal mercado consumidor.

Essa fuga de compradores fez os preços do minério despencarem desde o fim da semana passada.
A BHP comprou uma carga na quarta-feira, quando os preços caíram quase 5 por cento, a maior queda em quase 14 meses. O carregamento de minério australiano com 62 por cento de teor de ferro para entrega em fevereiro foi comprado a 145,50 dólares por tonelada, através da plataforma de negócios GlobalOre, disseram traders.

“Isso é muito incomum. Talvez a BHP queira sustentar os preços, porque não há razão para ela comprar essa carga, é uma produtora”, disse um trader do mercado físico de minério sediado em Xangai.

O fato de que a carga não era para entrega imediata deu força ao argumento de que a BHP quer sustentar preços, disseram traders, embora os participantes do mercado acreditem que a ação da empresa possa estar relacionada a questões de disponibilidade.

“Eu acho que é mais porque a BHP vendeu muitas cargas mais cedo, por preços altos, e agora ela não tem o suficiente para entregar, então eles compraram de novo no mercado para atender seus clientes”, disse outro trader de Xangai.

Não estava imediatamente claro quando a BHP, que usualmente vende minério de ferro, comprou uma carga no mercado à vista pela última vez. A BHP não quis comentar a transação.

 

Fonte: Extra

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Samarco: os três anos do rompimento de Fundão

5 de novembro de 2018

O rompimento da barragem de Fundão completa 3 anos. Uma realidade que faz parte da jornada da Samarco. O dia…

LEIA MAIS

Serabi aumenta reservas de ouro em 31%

12 de dezembro de 2017

A Serabi Gold disse ontem (11) que a nova estimativa de reservas minerais provadas e prováveis para as minas de…

LEIA MAIS

Entidades buscam resolução para demanda represada no embarque de rochas ornamentais

5 de novembro de 2018

Com apoio do Governo do Espírito Santo, Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcário do Estado do Espírito…

LEIA MAIS