NOTÍCIAS

Caeté é primeira cidade de minas gerais a inaugurar infraestrutura apoiada pelo Programa Parcerias Sustentáveis em 2017

22 de junho de 2017

AngloGold Ashanti destinou mais de R$ 1 milhão para 25 instituições, em Minas Gerais e Goiás, estão sendo capacitadas em ações com modelagem de negócios sociais, geração de novos produtos e serviços.rn

Foi lançado, no último dia 2 de junho, o projeto ‘Cooperação Solar’, uma parceria da CDM (Cooperação para o Desenvolvimento e Morada Humana), Prefeitura Municipal de Caeté, Emater, as empresas ON Energia Solar e SSA, BAO Ribeiro Advocacia, agricultores de Roças Novas e Antônio dos Santos, com o suporte técnico e financeiro da AngloGold Ashanti, por meio de programa Parcerias Sustentáveis.

Trata-se do primeiro resultado da nova metodologia do Programa, que está em sua oitava edição. “Neste ciclo atual, evoluímos nossas linhas de atuação e o escopo do programa Parcerias Sustentáveis. Para isso, convidamos a Yunus Negócios Sociais, consultoria especializada na concepção e gerenciamento de programas de capacitação e pré-aceleração de negócios sociais. E o ‘Cooperação Solar’ é um ótimo exemplo desse empenho na construção conjunta de soluções sustentáveis em prol da comunidade”, analisa Othon Maia, gerente de Comunicação e Comunidades da AngloGold Ashanti.

O projeto consiste na implantação de um painel solar de energia fotovoltaica que será instalado no alto do Cine Teatro Caeté. A energia capitada do sol será medida e distribuída para dez núcleos familiares rurais, residentes nos distritos de Antônio dos Santos e Roças Novas. Tais agricultores serão cadastrados e formarão uma cooperativa de trabalho. A energia gerada pelas placas solares será integrada à rede da CEMIG. O valor resultante será descontado no consumo mensal destas famílias, o que facilitará o crescimento da produção agrícola.

Sobre o Parcerias Sustentáveis

Vinte e cinco instituições sociais, estão passando, até o final de 2017, por um intenso processo de capacitação visando desenvolver suas habilidades de gestão e de geração de renda para aumentar sua eficiência e os resultados para a comunidade. Para isso, a empresa está destinando mais de R$ 1 milhão de recursos próprios para as instituições selecionadas nas sete cidades onde possui operações, em Minas Gerais (Barão de Cocais, Caeté, Nova Lima, Raposos, Sabará e Santa Bárbara) e Goiás (Crixás).

Empreendedorismo social

Em sete edições, o programa Parcerias Sustentáveis já apoiou 168 projetos, com aporte de mais de R$ 6 milhões em recursos próprios da produtora de ouro.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Produção de minério de ferro da BHP cai 4% no trimestre

20 de outubro de 2017

Os números levam em consideração o minério de ferro produzido pela BHP e em parcerias em joint ventures

LEIA MAIS

Serabi aumenta reservas de ouro em 31%

12 de dezembro de 2017

A Serabi Gold disse ontem (11) que a nova estimativa de reservas minerais provadas e prováveis para as minas de…

LEIA MAIS

Alubar prioriza fornecedores do Pará

10 de abril de 2018

Em 2017, a maior parte dos investimentos da Alubar com compras e serviços foi aplicada no Pará. A fábrica, líder…

LEIA MAIS