NOTÍCIAS

Catadores de materiais recicláveis se desenvolvem com o apoio do Projeto Redes

8 de julho de 2015

Izaías Pereira de Barros, de 30 anos, está animado com os rumos que a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Várzea Grande (Asscavag) tem seguido. Coordenador dos trabalhos da entidade, ele viu,

Izaías Pereira de Barros, de 30 anos, está animado com os rumos que a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Várzea Grande (Asscavag) tem seguido. Coordenador dos trabalhos da entidade, ele viu, nos últimos dois anos, o negócio crescer a partir das melhorias executadas com o auxílio do Programa ReDes. Com investimentos de R$ 90 mil vindo do Programa, a Asscavag equipou o galpão de 750 metros quadrados com elevador de carga e prensa para comprimir os materiais e facilitar o armazenamento.

 Também foi adquirido um caminhão, o que contribuiu para aumentar os lucros, já que foi eliminado o custo de contratação de transporte terceirizado para fazer a coleta seletiva. “Teve gente que saiu do lixão e veio para cá obter o próprio sustento. Com a ajuda do ReDes, melhoramos as condições de trabalho e agregamos outros catadores, possibilitando a geração de renda de forma mais digna e, consequentemente, mais qualidade de vida”, disse Izaías.
 
 A Associação pretende ainda instalar uma esteira para facilitar a separação do volume coletado. Junto a todas essas aquisições, a instituição recebeu orientação do ReDes para legalizar o negócio e operar com a devida licença ambiental e de operação. Depois das mudanças realizadas, o número de catadores associados aumentou de quatro para 32. A quantidade de fornecedores de material reciclável também disparou: de sete para 40 empresas, entre as quais a unidade de agregados da Votorantim Cimentos de Cuiabá.
 
Os parceiros são certificados pela Asscavag como organizações que fazem a destinação adequada de materiais recicláveis. A parceria mais recente firmada pela associação foi com uma grande construtora, da capital cuiabana, para fazer a coleta seletiva de nove condomínios em construção. Toda a semana, a construtora envia para o galpão da Asscavag duas toneladas de rejeitos diversos das obras, como azulejos e caixas de papelão. A parceria deve continuar após a conclusão das obras, com a coleta seletiva dos moradores dos empreendimentos construídos.
 
No total, a Asscavag recolhe por mês 200 toneladas de materiais, principalmente papelão. O volume é vendido para grandes indústrias dos Estados de São Paulo, Mato Grosso e Santa Catarina. “Agora que estamos bem estruturados, trabalhamos para aumentar a coleta de outros materiais, como garrafa pet, plástico e alumínio. Temos um longo caminho a trilhar e estamos animados com as perspectivas de crescimento”, acrescentou Izaías.
 
O gerente-geral da fábrica da Votorantim Cimentos de Cuiabá, Murrib Moussa lembra que a entidade é referência. “Além de gerar renda e inclusão social, a Asscavag contribui para o desenvolvimento sustentável de Cuiabá e Várzea Grande, sobretudo porque é uma das pioneiras na prestação de serviço de coleta seletiva”, afirmou.
 
O ReDes

O Programa ReDes é uma iniciativa da Votorantim Cimentos, em parceria com o Instituto Votorantim e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O Programa executa projetos de economia solidária para estimular a consolidação decadeias produtivas locais. No Mato Grosso, a Asscavag é uma das três instituições beneficiadas pelo Programa, juntamente com a Cooperativa Agropecuária Várzea-grandense (Coopergrande) e a Cooperativa dos Pescadores e Artesãos de Pai André  e Bonsucesso (Coorimbatá). Ambas são também localizadas em Várzea Grande e receberam investimentos para a construção de uma fábrica de laticínios e reforma do espaço de abate dos peixes, respectivamente.
 
Sobre a Votorantim Cimentos

Presente no negócio de materiais de construção (cimento, concreto, agregados e argamassas) desde 1933, a Votorantim Cimentos é uma das maiores empresas globais do setor, com capacidade produtiva de 49 milhões de toneladas de cimento/ano*. A Votorantim Cimentos possui unidades estrategicamente localizadas próximas aos mais importantes mercados consumidores em crescimento e está presente em 13 países, além do Brasil: Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, China, Espanha, Estados Unidos, Índia, Marrocos, Peru, Tunísia, Turquia e Uruguai.

*Excluindo os ativos na China

 

Fonte: Votorantim Cimentos

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



27 de novembro | Dia do Engenheiro e Técnico de Segurança do Trabalho

27 de novembro de 2018

Claudia Pellegrinelli, engenheira de segurança do trabalho, está à frente do Programa de Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração (MINERAÇÃO) desde…

LEIA MAIS

Participe do I Seminário de Mineração e Meio Ambiente da Bahia

19 de setembro de 2018

Estão abertas as inscrições para o “I Seminário de Mineração e Meio Ambiente da Bahia”. O evento será realizado entre…

LEIA MAIS

Fabio Schvartsman participa de evento corporativo em São Paulo

16 de abril de 2018

O diretor-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, participou, no dia 10 de abril, do Itaú Macro Vision, evento voltado para o…

LEIA MAIS