NOTÍCIAS

CHINA CONTINUA IMPORTANDO MAIS MINÉRIO DE BRASIL E AUSTRÁLIA

21 de janeiro de 2012

Durante 2011, a China diversificou suas importações de mineral de ferro, em geral favorecendo a África do Sul, mas não conseguiu reduzir sua dependência de seus principais provedores, Austrália e Bra

Durante 2011, a China diversificou suas importações de mineral de ferro, em geral favorecendo a África do Sul, mas não conseguiu reduzir sua dependência de seus principais provedores, Austrália e Brasil, de acordo com dados aduaneiros divulgados neste sábado.  Por muitos anos, as autoridades chinesas disseram que o fornecimento do insumo da Índia e de outros países poderia ajudar a romper o domínio  das três principais produtoras de mineral de ferro do mundo: as australianas BHP Billiton e Rio Tinto e a brasileira Vale. 

rn

 Mas, em 2011, a China importou 64 por cento do material desses países, sem variação em relação ao ano anterior. As compras na Índia caíram cerca de 24 por cento, em meio a queixas pelo declive da qualidade. As compras da África do Sul aumentaram cerca de 22 por cento, mas a Índia continua sendo o terceiro provedor da China, entregando o dobro dos sul-africanos. 

rn

 As compras de minério de ferro gerais aumentaram 10,94 por cento, porque a indústria siderúrgica da China continuou crescendo, frente à  desaceleração do crescimento econômico interno. A estratégia da diversificação da China levou o país a buscar mineral de ferro em lugares como Mauritânia e Mianmar. 

rn

 O crescimento de fontes não tradicionais reflete os fornecimentos restringidos, uma boa demanda e preços altos, mais do que uma estratégia explícita de reduzir a dependência de Austrália e Brasil, disseram analistas. 

rn

 Espera-se que os preços do mineral de ferro fiquem em torno de 150 dólares por tonelada durante 2012, segundo uma pesquisa da Reuters realizada em meados de dezembro, contra os 168 dólares de 2011. 

rn

 

 

Fonte: Reuters

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Serabi aumenta reservas de ouro em 31%

12 de dezembro de 2017

A Serabi Gold disse ontem (11) que a nova estimativa de reservas minerais provadas e prováveis para as minas de…

LEIA MAIS

MCTIC lança consulta pública sobre Plano de Ação em Ciência, Tecnologia e Inovação para Minerais Estratégicos

1 de outubro de 2018

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou na última quinta-feira (27) consulta pública sobre o Plano de…

LEIA MAIS

Juristas e empresários vão debater nova legislação do setor mineral

28 de outubro de 2019

A legislação da indústria da mineração, tanto a brasileira quanto a de outros países mineradores, será amplamente debatida durante a…

LEIA MAIS