NOTÍCIAS

Congresso debate o futuro da indústria brasileira no mundo digital

26 de junho de 2017

Iniciativa da CNI e do Sebrae, principal evento de inovação do Brasil será realizado na próxima terça e quarta-feira, no Transamerica Expo Center, em São Paulo

As maiores tendências em inovação e a forma como as tecnologias digitais impactarão a indústria brasileira e a capacidade de o país competir internacionalmente serão debatidas no 7º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria, realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Nos dias 27 e 28 de junho, o Transamerica Expo Center, em São Paulo, reunirá líderes empresariais, autoridades e especialistas em inovação do Brasil e do mundo. O evento faz parte da agenda da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI).

Entre os palestrantes confirmados estão Peter Diamandis, presidente da Singularity University, fundador da XPRIZE Foundation e autor de best-sellers, como “Abundância” e “O futuro é melhor do que você imagina”; Lisa Gallo, vice-presidente global de Pesquisa da Avon, que participa de painel sobre inovação no Brasil e no mundo; o brasileiro Henrique Malvar, cientista-chefe da Microsoft, que falará de armazenamento em nuvem; Carlos Cunha, brasileiro cientista sênior de dados da Bosch, que tratará de tecnologias inteligentes; Colin Parris, vice-presidente da GE, que participará de painel sobre os riscos e oportunidades para o Brasil diante de inovações disruptivas; Rafael Steinhauser, presidente da Qualcomm para a América Latina, que falará sobre tecnologias disruptivas e os principais fatores que devem impulsionar o ambiente de inovação no país; entre outros especialistas em inovação.

A última edição do Congresso de Inovação aconteceu em maio de 2015, em São Paulo, e atraiu mais de 2 mil pessoas. Nesta 7ª edição, são esperadas 3 mil pessoas para os dois dias de programação do evento, que terá como tema Inovar é criar valor. A estrutura envolve uma área de 11 mil metros quadrados, com duas arenas para palestras, espaço comum para apresentação de ecossistemas de inovação e uma praça de convivência.

ÍNDICE GLOBAL DE INOVAÇÃO – Na terça-feira (27), primeiro dia de atividades do Congresso, será apresentado o Índice Global de Inovação, um dos principais indicadores de inovação, editado anualmente pela Universidade de Cornell (EUA) e a escola de negócios Insead (França), em parceria com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI). O documento apresenta o desempenho de 127 economias – mais de 97% do PIB mundial – em diversos critérios de inovação. É a primeira vez que o Fórum Internacional do Global Innovation Index ocorrerá na América Latina.

22 CASOS DE INOVAÇÃO – Além dos debates, o Congresso de Inovação é uma grande vitrine para a inovação desenvolvida no Brasil. O evento dedicará um espaço para a exibição interativa dos exemplos de inovação selecionados para compor o livro 22 Casos de Inovação.

O público poderá conhecer soluções, produtos e processos inovadores desenvolvidos por micro, pequenas e grandes indústrias, de setores variados.

PARCEIROS DA INOVAÇÃO – No espaço de ecossistemas de inovação, a CNI, o Sebrae, o SESI, o SENAI e o IEL apresentarão o que desenvolvem de mais moderno nesta agenda. Na mesma área, empresas e instituições parceiras da inovação levarão tecnologia para mostrar ao público do Congresso. A GE, por exemplo, vai mostrar que a transformação digital não se faz apenas com data e software, mas com uma verdadeira transformação na forma de se fazer negócios.

A Bosch, por sua vez, que atua no fornecimento de tecnologias e serviços, apresentará suas soluções para mobilidade, mina conectada, sensores inteligentes de controle para aplicações no setor de agronegócio e Indústria 4.0. Já a Ford vai apresentar as tecnologias do Fusion Hybrid, o primeiro veículo “full-hybrid” lançado no Brasil. A bordo do carro e por meio de um óculos de realidade virtual, os participantes do evento poderão experimentar os recursos semiautônomos e de conectividade do sedã de luxo da marca.

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) mostrará o seu trabalho e resultados por meio de tecnologias interativas e virtuais, que aproximarão os participantes do dia a dia das Unidades. Serão instalados um mapa interativo, que representará todas as Unidades, suas áreas de competência e resultados, além de dispositivos Leap Motion, onde os visitantes poderão ter uma experiência virtual e conhecerão os principais conteúdos da instituição.

PRÊMIO NACIONAL DE INOVAÇÃO – No dia 26 de junho, a CNI e o Sebrae divulgarão os vencedores do Prêmio Nacional de Inovação. A iniciativa reconhece negócios que apostaram na inovação como um diferencial competitivo e teve recorde de inscritos: 3.987 empresas concorrem a R$ 900 mil pré-aprovados no Edital de Inovação da Indústria e a cursos de educação executiva.

O prêmio tem quatro modalidades: micro e pequenas empresas atendidas pelo Programa Agentes Locais de Inovação (ALI); micro e pequenas empresas; médias empresas; e grandes empresas. A premiação se dará nas categorias gestão da inovação e inovação, sendo que esta segunda tem quatro subcategorias: produto, processo, organizacional e marketing. As inovações desenvolvidas pelas candidatas devem ter ocorrido nos últimos 24 meses e precisavam estar implantadas no momento da inscrição.

Confira mais informações sobre o evento no site http://www.congressodeinovacao.com.br/

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Instituto Alcoa promove formação de professores em escolas públicas de Juruti

10 de setembro de 2018

Em busca de conhecimentos, experiências e avanços nas atividades escolares, cerca de 40 professores de escolas públicas de Juruti e…

LEIA MAIS

Instituto Tecnológico Vale abre inscrições para nova turma de Mestrado

22 de outubro de 2018

Instituto Tecnológico Vale (ITV), em Minas Gerais, acaba de abrir as inscrições para o processo seletivo 2019 do Mestrado Profissional…

LEIA MAIS

Exportação de pelotas aumenta 14,2% de janeiro a setembro

23 de novembro de 2017

Foram exportadas 22,5 milhões de toneladas de pelotas nos nove meses deste ano A exportação de pelotas, feita pela Vale,…

LEIA MAIS