NOTÍCIAS

CPRM apresenta oportunidades para projetos de mineração no país

5 de julho de 2017

o evento contou com a participação de 160 executivos de exploração mineral

O diretor-presidente do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Eduardo Ledsham, apresentou, na última quinta-feira (29/6), em Brasília para cerca de 160 executivos de exploração mineral, o trabalho desenvolvido pela CPRM para fomentar novas oportunidades para grandes projetos de mineração no país, durante encontro promovido pela Agência para o Desenvolvimento Tecnológico da Industria Mineral Brasileira (Adimb).
 
Ledsham explicou o plano estratégico da CPRM 2017/ 2021, que atualizou a missão e a visão da empresa. Destacou que o plano aponta que o principal negócio da empresa é fundamentar a tomada de decisão dos clientes. Contribuindo para o desenvolvimento das atividades do setor mineral, ordenamento territorial e uso racional dos recursos naturais, prevenção e mitigação das consequências dos desastres naturais e aumento da disponibilidade hídrica.
 
O diretor-presidente destacou ainda que a CPRM esta focando seu trabalho para aumentar o conhecimento da subsuperfície do território brasileiro, visando ampliar oportunidades para a mineração, água, energia e alocação de resíduos. Para alcançar esse objetivo a empresa vai investir em tecnologia e inovação para fornecer a sociedade novos dados. “No Brasil apenas 4% das minas são subterrâneas, enquanto, no Canada chega a 20%”,disse Ledsham, citando que a CPRM vai focar sua atuação também em províncias maduras, como Quadrilátero Ferrífero (MG) com a reinterpretação geofísica integrada com a geologia.
 
Fronteiras – o diretor-presidente também defendeu a importância de se conhecer o potencial mineral em áreas de fronteira do país, que corresponde a 1,5 MM km2 . Ledsham disse que A CPRM também vai priorizar seu trabalho na região Amazônica, principalmente em áreas de fronteira do Amapá, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, onde a CPRM mapeou 931 ocorrências de ouro, cobre, estanho, níquel e ferro. Citou projeto Tunuí desenvolvido pela CPRM, na região da Cabeça do Cachorro( AM) na fronteira do Brasil com a Colômbia, que conta com o apoio do Exército Brasileiro e das comunidades indígenas locais.
 
Tecnologia e inovação – Ledhsam anunciou que a CPRM esta articulando a criação de uma fundação científico-tecnológica com núcleo em inovação e tecnologia em tectônica, geofísica, geoquímica e recursos dos continentes e oceanos. Esse núcleo será alinhado com as principais expertises da instituição e demandas dos setores da mineração e óleo & gás, focando sua atuação em linhas de pesquisa voltadas para evolução continental e sistemas minerais,
 
Lançamento – durante o encontro a CPRM lançou oficialmente o programa de disponibilização gratuita de dados aerogeofísicos com o objetivo de atrair novos investimentos e fomentar o setor mineral brasileiro. “Não só disponibilizamos, mas estamos reinterpretando esses dados e oferecendo-os essas informações gratuitamente a sociedade”, disse.
 
Durante o painel que discutiu a extinção da Reserva Nacional do Cobre e Associados (RENCA), Marco Túlio de Carvalho, chefe do Departamento de Relações Institucionais e Divulgação da CPRM, apresentou dados sobre a geologia e a metalogenia da reserva, localizada entre os estados do Amapá e Pará, considerada uma das últimas fronteira do mundo para depósitos minerais de classe internacional.
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Vale cria Diretoria de Investimento Social

10 de dezembro de 2018

Hugo Barreto, ex-secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, será o responsável pelos projetos sócio-culturais da empresa e pela Fundação Vale A…

LEIA MAIS

Lei sobre segurança de barragens é sancionada, ampliando a segurança jurídica para o tema de barragens de mineração

6 de outubro de 2020

Foi publicada no último dia 01/10 a Lei nº 14.066/2020, que impõe medidas para aumento da segurança de barragens, proíbe a…

LEIA MAIS

Instituto Alcoa promove formação de professores em escolas públicas de Juruti

10 de setembro de 2018

Em busca de conhecimentos, experiências e avanços nas atividades escolares, cerca de 40 professores de escolas públicas de Juruti e…

LEIA MAIS