NOTÍCIAS

Dilma libera R$ 33 bi para cidades médias

7 de março de 2013

rnA presidente Dilma Rousseff anunciou a liberação de R$ 33 bilhões para projetos de pavimentação, mobilidade urbana e saneamento básico. Dos R$ 70 bilhões previstos pelo Programa de Aceleraç&at

rn

A presidente Dilma Rousseff anunciou a liberação de R$ 33 bilhões para projetos de pavimentação, mobilidade urbana e saneamento básico. Dos R$ 70 bilhões previstos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para cidades de médio porte, os R$ 33 bilhões começaram a ser liberados ontem. Do montante, R$ 16,8 bilhões vão para saneamento, R$ 7,9 bilhões para mobilidade urbana e R$ 8,2 bilhões para pavimentação. Desse total, R$ 1 bilhão será dirigido ao Rio Grande do Sul, viabilizando obras de saneamento em 16 municípios. Dez projetos de saneamento e pavimentação propostos pela prefeitura de Porto Alegre foram contemplados, somando R$ 169,5 milhões.

rn

“O Brasil precisa de saneamento para atender ao brasileiro que está saindo da miséria e que precisará de serviços públicos no País. Essa é uma questão republicana. De todas essas áreas, a que mais me mobiliza a colocarmos maior volume de recursos é a de saneamento. Todos sabem que este é um fator que envolve também saúde pública e meio ambiente”, disse a presidente durante a reunião com prefeitos e governadores, no Palácio do Planalto. Dilma afirmou, ainda, que o País precisa dar um salto de competitividade. “Esse salto passa também pelo investimento dos estados, pela capacidade e empoderamento dos estados brasileiros para investir.” Dilma afirmou que o governo federal “tem feito um grande esforço para recompor a capacidade de investimentos dos estados brasileiros”.

rn

Falando em nome dos governadores presentes na cerimônia, Tarso Genro parabenizou Dilma por manter os investimentos mesmo em um período em que as outras grandes nações estão diminuindo os aportes públicos em função da crise. “Com esses recursos, faremos investimentos em tratamento de esgoto e abastecimento de água que irão superar todos os investimentos realizados na história do Rio Grande do Sul”, afirmou. Segundo o governo gaúcho, a meta de dobrar o tratamento de esgoto em quatro anos está garantida. O novo montante soma-se aos cerca de R$ 3 bilhões que já estão sendo executados pela Secretaria Estadual de Habitação e Saneamento, por meio da Corsan. As cidades beneficiadas são Santa Maria, Canoas, Gravataí, Guaíba, Alvorada, Viamão, Cachoeirinha, Taquara, Nova Hartz, Santo Antônio da Patrulha, Portão, Sapiranga, Nova Santa Rita, Estância Velha, Campo Bom e Parobé.

rn

Do conjunto total de recursos anunciados para Porto Alegre, R$ 64,7 milhões serão destinados a três projetos classificados no grupo pavimentação e R$ 104,8 milhões para sete ações de esgotamento sanitário e abastecimento de água. O maior volume de recursos, R$ 86,2 milhões, será aplicado em obra do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), que permitirá a alteração do ponto de captação de água das estações de tratamento Moinhos de Vento e São João, que respondem pelo abastecimento de cerca de 50% da cidade. “A prefeitura vem trabalhando muito forte em termos de mobilidade urbana e de saneamento, investindo no transporte público e em obras viárias, na qualificação do abastecimento de água e no tratamento de esgoto”, enfatizou o prefeito José Fortunati, que também foi a Brasília para a reunião.

rn

 

rn

 

rn

 

Fonte: Ecofinanças

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Entidades buscam resolução para demanda represada no embarque de rochas ornamentais

5 de novembro de 2018

Com apoio do Governo do Espírito Santo, Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcário do Estado do Espírito…

LEIA MAIS

Comitiva Brasileira marcará presença na edição de 2019 do PDAC

19 de setembro de 2018

Considerado um dos mais tradicionais eventos de mineração mundial, o Prospectors and Developers Association of Canada será realizado em Toronto…

LEIA MAIS

Exportação de pelotas aumenta 14,2% de janeiro a setembro

23 de novembro de 2017

Foram exportadas 22,5 milhões de toneladas de pelotas nos nove meses deste ano A exportação de pelotas, feita pela Vale,…

LEIA MAIS