NOTÍCIAS

Embaixador do Reino Unido defende ampliação do investimento no Brasil

27 de junho de 2017

rnInvestimento do país europeu no setor produtivo brasileiro soma US$ 378 milhões nos primeiros quatro meses do ano. Saldo comercial passa dos US$ 5 bilhões

O embaixador da Grã-Bretanha e Irlanda do norte no Brasil, Vijay Rangarajan, defendeu a ampliação do fluxo de investimento entre os dois países. “Com as empresas grandes e pequenas do Reino Unido, devemos fortalecer os investimentos aqui no Brasil, em matéria de indústria. Em agricultura também, porque o Brasil, com certeza, tem um poder enorme na agricultura internacional”, disse o embaixador, em entrevista ao Portal Planalto.

Para o diplomata, indicado ao cargo em novembro do ano passado, o comércio e o investimento bilaterais devem aumentar. Como resultado, haverá crescimento das economias e do emprego, especialmente em áreas de energia renovável, petróleo, gás, solar e biocombustíveis.

O investimento do Reino Unido no setor produtivo brasileiro soma US$ 378 milhões nos primeiros quatro meses do ano. “Isso trará crescimento de nossas economias e do emprego. Somos o quarto maior investidor aqui no Brasil”, avaliou.

Balança comercial

Em 2016, o Brasil exportou para o mercado britânico cerca de US$ 2,8 bilhões em produtos e importou US$ 2,3 bilhões, com superávit de US$ 540 milhões para o Brasil.

Os principais produtos brasileiros exportados foram ouro, minério de ferro, café, soja e carnes. Compramos em 2016 do Reino Unido, principalmente, medicamentos para medicina humana e veterinária, automóveis, gasolina e compostos heterocíclicos.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



CBMINA: submissão de trabalhos pode ser feita até esta sexta-feira

10 de abril de 2018

Para reforçar a importância de mão de obra qualificada e garantir o crescimento responsável da atividade minerária no País, o…

LEIA MAIS

Anglo American divulga resultados de produção do terceiro trimestre

24 de outubro de 2017

A Anglo American reportou um aumento de 6% na produção total em base equivalente de cobre, em comparação com o mesmo período em 2016.

LEIA MAIS

LITOTECA DA CBPM É REABERTA

5 de outubro de 2015

Os interessados em fazer consultas em amostras de testemunhos de sondagem de projetos pesquisados pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) já podem programar visitas à Litoteca da empresa.

LEIA MAIS