NOTÍCIAS

Exposição resgata história e legado de Antônio Dias Leite

14 de setembro de 2017

Idealizada pela CPRM, com patrocí­nio da Vale e apoio da Geosol, Geologia e Sondagens, a exposição será inaugurada nesta sexta-feira (15/9), ás 10h, no Museu de Ciências da Terra

A exposição  Antônio Dias Leite, o Pensamento e a Ação para o Desenvolvimento, que tem a curadoria de José Luiz Alquéres, busca resgatar a memória e preservar o legado do professor Dias Leite, destacando sua contribuição para o crescimento dos setores de energia e mineração no país.
 
 Idealizada pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM),  com patrocí­nio da Vale e apoio da Geosol, Geologia e Sondagens, a exposição será inaugurada nesta sexta-feira (15/9), ás 10h, no Museu de Ciências da Terra (MCTer), na Urca,  cujo prédio histórico levará o nome de Dias Leite. Além de textos e fotos,  a exposição traz ví­deos com depoimentos do próprio Dias Leite,  de especialistas e profissionais que com ele conviveram, como Eliezer Batista, Israel Klabin, Marcílio Marques Moreira, Maria Conceição Tavares e Breno Augusto dos Santos.
 
 Engenheiro, economista e polí­tico, Dias Leite foi ministro de Minas e Energia entre 1969 e 1974, depois de ter presidido a Companhia Vale do Rio Doce, de 1967 a 1969. Foi também responsável, na Fundação  Getúlio Vargas, pela primeira estimativa de renda nacional no Brasil, publicada em 1951. Foi professor e diretor da Faculdade de Economia da UFRJ e organizou a Fundação Universitária José Bonifácio. Preparou ainda projeto de lei que instituiu o incentivo fiscal para o reflorestamento, tendo coordenado a constituição da Aracruz.
 
 Como homem público, Dias Leite participou da negociação e concretização do projeto de construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu; realizou os levantamentos da Amazônia (Projeto Radam) e da Plataforma Continental (Projeto Remac);  criou Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais, hoje Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e o Centro de Tecnologia Mineral (CETEM). Publicou dezoito livros e escreveu regularmente, de 1964 a 2017, nos principais veículos de imprensa. Em 2007, recebeu o Prêmio Jabuti pelo Livro “A Energia do Brasil”.
 
A exposição ficará aberta para visitação pública no hall de entrada do Museu de Ciências da Terra,  depois será transferida para uma sala permanente no museu.
 
Serviço 
 
Museu de Ciências da Terra
 
Endereço: Av. Pasteur, 404 – Urca | Rio de Janeiro/RJ – CEP.: 22290-240.
Horário de Funcionamento: As visitas podem ser feitas de terça a domingo, das 10h às 16h.
Atendimento: A entrada é gratuita. A visita de grupos deve ser agendada por telefone (9h às 12h ou 14h às 17h) ou por e-mail.
Contato:Telefones: (21) 2546-0342 / Agendamento: (21) 2295-7596; e-mail: educamcter@cprm.gov.br
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



CBMINA: submissão de trabalhos pode ser feita até 13 de abril

5 de abril de 2018

Para reforçar a importância de mão de obra qualificada e garantir o crescimento responsável da atividade minerária no País, o…

LEIA MAIS

Alubar prioriza fornecedores do Pará

10 de abril de 2018

Em 2017, a maior parte dos investimentos da Alubar com compras e serviços foi aplicada no Pará. A fábrica, líder…

LEIA MAIS

Desafio MinerALL traz propostas de negócios a partir do aproveitamento do rejeito da mineração

17 de dezembro de 2018

Uma solução de negócio que propõe a pavimentação de baixo custo foi a vencedora do Desafio MinerALL, iniciativa que tem…

LEIA MAIS