NOTÍCIAS

FABRICANTE DE FERRO-GUSA DE NÍQUEL VAI TRIPLICAR PRODUÇÃO NA INDONÉSIA

15 de outubro de 2015

Uma unidade da produtora de aço chinesa Tsingshan Group deve triplicar a capacidade de produção de ferro-gusa de níquel (NPI, na sigla em inglês) na Indonésia até maio de 2016, disse um executivo.

Uma unidade da produtora de aço chinesa Tsingshan Group deve triplicar a capacidade de produção de ferro-gusa de níquel (NPI, na sigla em inglês) na Indonésia até maio de 2016, disse um executivo, conforme o país asiático tenta extrair mais lucros de sua riqueza mineral. No mês, a China apresentou queda na produção de NPI.

Usinas de aço inoxidável chinesas muitas vezes alimentam os fornos com ferro-gusa de níquel para fortalecer seu produto, como uma alternativa mais barata frente ao níquel refinado. Note-se que NPI tem cerca de 5% de níquel e é vendido em lingotes, enquanto o ferroníquel, como o produzido pela Mineração Onça Puma, tem em torno de 25% de níquel.

Isso significa que uma maior produção de ferro-gusa de níquel poderia ajudar a esfriar os ânimos dos que tinham esperanças de uma retomada dos preços internacionais do níquel ante mínimas de seis anos.

“Em maio do próximo ano, vamos ter uma capacidade instalada de 900 mil toneladas de ferro-gusa de níquel”, disse o CEO do Tsingshan Bintangdelapan Group, Alexander Barus.

A expansão da unidade da empresa na ilha de Sulawesi vai tornar a companhia a maior produtora do país. A fábrica tem operado a entre 60% e 70% de sua atual capacidade de 300 mil toneladas, disse Barus.

O executivo disse que a expansão do projeto não teve o cronograma alterado devido aos baixos preços do níquel, que nesta semana ficaram próximos de US$ 10.400 por tonelada. Ele espera que o preço volte a um patamar de US$ 12.000 a US$ 13.000 nos próximos seis meses, com uma melhora da economia global.

“Estamos produzindo sob perdas agora, mas esse é um meio de entrar em uma área em que no futuro seremos competitivos. Por enquanto, estamos dentro de nossa programação”, ele disse.

A produção chinesa de ferro-gusa de níquel caiu para 31.600 toneladas de metal contido em setembro, ou seja, teve uma queda de 2% na comparação com agosto, quanto foram produzidas 32.300 toneladas. Na comparação anual, a queda foi de 23%, disse Celia Wang, gerente-geral da área de investimento da Tianjin Zhongwei Group à agência Bloomberg. A China é o maior consumidor e produtor de níquel do mundo.

Fonte: Notícias de Mineração Brasil
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Alcoa comemora 9 anos ajudando a transformar a vida das pessoas em Juruti

24 de setembro de 2018

Desde a chegada em Juruti, a empresa já investiu mais de R$ 9,5 milhões em iniciativas voluntárias em comunidades e…

LEIA MAIS

MINÉRIO DE FERRO: Preço tem leve alta no mercado futuro

1 de novembro de 2017

O contrato mais negociado no mercado futuro de minério de ferro, na China, com vencimento em janeiro de 2018, passou de 428 para 429,5 iuanes, ou US$ 65,09 a tonelada, de acordo com o câmbio.

LEIA MAIS

Mining Hub recebe visita de produtores da indústria do açúcar

18 de fevereiro de 2020

O setor mineral brasileiro e suas inovações foram amplamente debatidos durante a manhã desta sexta-feira (14/2) no Mining Hub, único hub…

LEIA MAIS