NOTÍCIAS

FALTA DE DOCUMENTO DO IBAMA ADIA LICENÇA PARA EXPANSÃO DA MMX

2 de abril de 2012

rnFoi retirado da pauta de reunião do órgão ambiental de Minas Gerais nesta segunda-feira o tema que trata do licenciamento da expansão de Serra Azul, da mineradora MMX, empresa do conglomerado do empresár

rn

Foi retirado da pauta de reunião do órgão ambiental de Minas Gerais nesta segunda-feira o tema que trata do licenciamento da expansão de Serra Azul, da mineradora MMX, empresa do conglomerado do empresário Eike Batista.

rn

O Conselho Estadual de Política Ambiental de Minas Gerais (Copam) adiou a discussão por falta de um documento do Ibama, informou a Secretaria de Meio Ambiente de Minas Gerais.

rn

O documento que falta trata, segundo a secretaria, da anuência do Ibama para retirada de Mata Atlântica pela mineradora de Eike Batista. Procurada, a companhia não comentou o assunto. O tema poderá voltar a ser discutido pelo órgão do Estado na próxima reunião, que deve acontecer em até 30 dias.

rn

A licença de instalação aguardada pela MMX permitiria a construção do complexo de beneficiamento de Serra Azul, situada na região do Quadrilátero Ferrífero, em Minas Gerais, que fará a produção passar para 24 milhões de toneladas por ano — a capacidade instalada atual é de 8,4 milhões de toneladas.

rn

A companhia encerrou 2011 com produção de 7,5 milhões de toneladas de minério de ferro, considerando os sistemas Sudeste e Corumbá.

rn

O  projeto  ampliado  em  Minas,  com  perspectiva  de  entrada  em  operação  no  primeiro trimestre de 2014, prevê usina terminal ferroviário, um transportador de correia de longa distância, adutoras e estrutura para transmissão de energia.

rn

A partir da licença, a empresa poderá obter financiamento para o projeto, que deverá consumir R$ 4 bilhões em investimentos. A empresa pretende financiar 75% deste valor.

rn

 

Fonte: O Globo

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



MINÉRIO DE FERRO: Preço tem leve alta no mercado futuro

1 de novembro de 2017

O contrato mais negociado no mercado futuro de minério de ferro, na China, com vencimento em janeiro de 2018, passou de 428 para 429,5 iuanes, ou US$ 65,09 a tonelada, de acordo com o câmbio.

LEIA MAIS

Brasil terá 1º hub de inovação para a indústria mineral

19 de novembro de 2018

Inédita no setor em nível global, iniciativa de mineradoras brasileiras em parceria com a WeWork pretende impactar positivamente a competitividade…

LEIA MAIS

Participe do I Seminário de Mineração e Meio Ambiente da Bahia

19 de setembro de 2018

Estão abertas as inscrições para o “I Seminário de Mineração e Meio Ambiente da Bahia”. O evento será realizado entre…

LEIA MAIS