NOTÍCIAS

Glencore e Xstrata podem adiar fusão por mais um mês

18 de janeiro de 2013

rnA negociadora de commodities Glencore e a mineradora anglo-suíça Xstrata querem estender o prazo final para acertarem os últimos detalhes da fusão multibilionária entre as duas companhias para conseguir

rn

A negociadora de commodities Glencore e a mineradora anglo-suíça Xstrata querem estender o prazo final para acertarem os últimos detalhes da fusão multibilionária entre as duas companhias para conseguir mais tempo para conseguir as aprovações regulatórias necessárias, informou hoje uma fonte próxima à operação.

rn

Ambas estão no processo de conseguirem uma decisão favorável para o processo de união, que criará a quarta maior mineradora do mundo, com valor de mercado de US$ 80 bilhões. As duas já postergaram a assinatura final várias vezes e o último prazo foi acertado para o dia 31. O acordo, porém, entrariam em colapso sem aprovação regulatória.

rn

De acordo com a pessoa ouvida pela Dow Jones Newswires, que não quis se identificar, pode levar mais de um mês para que o sinal verde definitivo seja dado à transação. A Glencore e a Xstrata já conseguiram a aprovação de seus acionistas e das autoridades da União Europeia e dos Estados Unidos. Faltam África do Sul e China.

rn

O Tribunal da Competição da África do Sul vai iniciar as audiências na sexta-feira e permitir que a estatal Eskom Holdings explique por que está temerosa com a fusão. A empresa produz cerca de 90% da eletricidade no país por meio de termelétricas movidas a carvão e exige que Glencore e Xstrata garantam o suprimento de suas usinas.

rn

 

rn

 

rn

 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Minério mantém alta

5 de dezembro de 2017

Em sua quinta alta consecutiva, o minério de ferro atingiu o maior valor desde 14 de setembro no mercado à…

LEIA MAIS

MINÉRIO DE FERRO: Preço tem leve alta no mercado futuro

1 de novembro de 2017

O contrato mais negociado no mercado futuro de minério de ferro, na China, com vencimento em janeiro de 2018, passou de 428 para 429,5 iuanes, ou US$ 65,09 a tonelada, de acordo com o câmbio.

LEIA MAIS

Entidades buscam resolução para demanda represada no embarque de rochas ornamentais

5 de novembro de 2018

Com apoio do Governo do Espírito Santo, Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcário do Estado do Espírito…

LEIA MAIS