NOTÍCIAS

Governador Camilo defende mineração responsável para o desenvolvimento do AP

5 de março de 2013

rnO governador Camilo Capiberibe começou neste domingo, 3 de março, sua agenda na cidade de Toronto (Canadá), conhecendo experiências em mineração do mundo inteiro na feira de exposições da Prosp

rn

O governador Camilo Capiberibe começou neste domingo, 3 de março, sua agenda na cidade de Toronto (Canadá), conhecendo experiências em mineração do mundo inteiro na feira de exposições da Prospectors and Developers Association of Canadá (PDAC) 2013. A PDAC é uma das maiores organizações do mundo da área de mineração, que reúne importantes empresários, financiadores e fundos de investimento. Na sua 48ª edição, é a primeira vez que o Estado do Amapá tem representação.

rn

De acordo com o governador, a convenção é uma oportunidade ímpar para o Amapá divulgar sua potencialidade de produção mineral, possibilitando ao mesmo tempo conhecer as experiências bem sucedidas de empresas e países do mundo todo. Camilo Capiberibe é acompanhado pelo secretário de Estado da Indústria, Comércio e Mineração, José Reinaldo Picanço. Nesta segunda-feira, 4, o governador ministrou uma palestra a investidores, analistas, executivos, garimpeiros e delegações governamentais internacionais.

rn

Para o governador – premiado no mês passado com o título “Herói da Conservação Global” pelo ONG Conservação Internacional – a exploração dos recursos minerais pode ser compatível com a preservação ambiental, enquanto haja regras claras e um compromisso real com a responsabilidade socioambiental. Escutar as comunidades locais e implementar programas que contemplem as necessidades de desenvolvimento do povo que vive em torno das áreas de exploração, são os primeiros passos para evitar que as experiências negativas da história recente voltam a se repetir.

rn

A agenda do dia terminou em reunião com o australiano Peter Bowler, diretor da empresa mineradora Beadell Resources, instalada em Pedra Branca do Amapari, que reconhece a competência técnica dos órgãos estaduais responsáveis pela organização e fiscalização do setor mineral. Desde dezembro do ano passado, a Beadell Resources retomou suas atividades no Amapá e vem gerando quase mil empregos diretos e indiretos, com uma produção de ouro estimada em até 6,2 toneladas anuais.

rn

Na oportunidade, o governador Camilo Capiberibe cobrou o compromisso da empresa em relação às responsabilidades sociais e ambientais, convidando a mesma para desenvolver, juntamente com o governo e a comunidade local, programas e projetos que vão garantir o desenvolvimento sustentável da região para além da mineração.

rn

“Queremos investimentos de empresas como Beadell, sim, mas queremos isso com responsabilidade social e visando desenvolvimento ao longo prazo para o povo do Amapá”, frisou o governador.

rn

Camilo Capiberibe também participará da mesa redonda no parlamento de Ontário, onde apresentará de forma mais ampla outras potencialidades e oportunidades de investimento do Amapá para parlamentares e empresários do Canadá.

rn

 

rn

 

rn

 

Fonte: Corrêa Neto

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Brasil terá 1º hub de inovação para a indústria mineral

19 de novembro de 2018

Inédita no setor em nível global, iniciativa de mineradoras brasileiras em parceria com a WeWork pretende impactar positivamente a competitividade…

LEIA MAIS

Alcoa comemora 9 anos ajudando a transformar a vida das pessoas em Juruti

24 de setembro de 2018

Desde a chegada em Juruti, a empresa já investiu mais de R$ 9,5 milhões em iniciativas voluntárias em comunidades e…

LEIA MAIS

Votorantim Cimentos mobiliza população de Nobres (MT) a incentivar a leitura

5 de novembro de 2018

O programa Parceria Votorantim pela Educação (PVE) chega ao quarto ciclo de atividades em Nobres (MT). A iniciativa, inédita no…

LEIA MAIS