NOTÍCIAS

Inaugurada pedra fundamental da Vanádio de Maracás (BA)

22 de fevereiro de 2013

rnFoi lançada hoje, 21, a pedra fundamental da Vanádio de Maracás Ltda, primeira mineradora de vanádio das Américas, em Maracás, localizada na região sudoeste da Bahia, a 365 km de Salvador. Em parceri

rn

Foi lançada hoje, 21, a pedra fundamental da Vanádio de Maracás Ltda, primeira mineradora de vanádio das Américas, em Maracás, localizada na região sudoeste da Bahia, a 365 km de Salvador. Em parceria com Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), que é a detentora dos direitos minerais das áreas, a previsão é de que a empresa gere aproximadamente 1,2 mil empregos diretos e oito mil indiretos.

rn

“Depois de 37 anos, teremos funcionando a tão esperada mina. Nós temos o melhor vanádio do mundo, com baixo nível de contaminação, o que o torna ainda mais competitivo no mercado. Dedico esta festa aos maracaenses e desde já convido todos para a inauguração no dia 9 de novembro”, disse Kurt Herwig Menchen, diretor executivo da Vanádio Maracás.

rn

Com um aporte de R$ 555 milhões em investimentos por parte do grupo Largo Resources (Largo Mineração) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), a empresa será a mineradora com maior teor do metal e menor custo de produção em todo o mundo. Após o início do funcionamento, previsto para o início de novembro deste ano, o empreendimento gerará mais 400 empregos diretos e cerca de 3 mil novas vagas indiretas.

rn

“A qualidade do vanádio daqui é três vezes maior que a média mundial. Nós acreditamos que ao longo do tempo a qualidade do mineral não diminua”, conta Mark Brennan, presidente CEO da Largo Resorces. A exploração desse mineral dará uma visibilidade técnica, econômica e social muito grande à Bahia, tanto no cenário nacional quanto no internacional, pois transformará o Estado no principal fornecedor de ferro-vanádio do Brasil, produto atualmente essencial em diversos segmentos da indústria siderúrgica.

rn

O governador do Estado, Jaques Wagner, esteve no lançamento junto ao prefeito de Maracás, Paulo dos Anjos e demais autoridade, no local onde fica a mina. “Queremos crescer economicamente e atrair mais empregos para a população. Espero que a empresa faça a prática de responsabilidade social em parceria com o povo de Maracás. E que vocês da mineradora levem, mas também deixem benefício na cidade, seja no desenvolvimento social, seja na geração de empregos”, afirma Wagner.

rn

Já o prefeito de Maracás, Paulo dos Anjos, salientou que a cidade, agora será conhecida como a cidade das flores e do vanádio. “A mineradora está trazendo grandes benefícios para Maracás. E ainda tem o compromisso de preparar as pessoas da região para o mercado de trabalho. Atualmente, segundo a CBPM, o Brasil consome cerca de 1,2 mil toneladas. A produção excedente deverá ser exportada para a China, Estados Unidos e países da Europa.

rn

 

rn

 

rn

 

Fonte: Gente e Mercado

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Royalty: mineradoras recolhem mais CFEM em 2018

5 de abril de 2018

A arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), considerada o royalty da mineração, totalizou R$ 211 milhões no mês…

LEIA MAIS

Inscrições abertas para o Simpósio do Ouro e Metais Nobres em Minas Gerais

8 de outubro de 2018

studos do Conselho Mundial do Ouro (World Gold Council – WGC) apontam que a expansão da classe média na China…

LEIA MAIS

Mining Hub recebe visita de produtores da indústria do açúcar

18 de fevereiro de 2020

O setor mineral brasileiro e suas inovações foram amplamente debatidos durante a manhã desta sexta-feira (14/2) no Mining Hub, único hub…

LEIA MAIS