NOTÍCIAS

Juristas e empresários vão debater nova legislação do setor mineral

6 de janeiro de 2020

A legislação da indústria da mineração, tanto a brasileira quanto a de outros países mineradores, será amplamente debatida durante a 4º edição do Congresso Internacional de Direito Minerário (DIRMIN), em Brasília (DF).

O evento contará com a participação de executivos de mineração, juristas renomados, outros especialistas nacionais e estrangeiros em Direito Minerário, autoridades públicas para debater os conceitos legais, avaliar interpretações e posicionamentos da justiça brasileira, riscos à mineração presentes nas novas propostas de regramento legal para o setor, além dos entraves para o desenvolvimento das atividades relacionadas à indústria da mineração.

O DIRMIN será, também, mais uma oportunidade para que os profissionais do Direito e de outras áreas do conhecimento, que se relacionam com a área de mineração, aprofundem seus conhecimentos sobre os aspectos específicos de atuação desse importante segmento produtivo no País.

O Congresso Internacional de Direito Minerário é organizado pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), em parceria com a Agência Nacional de Mineração (ANM) e com a Escola da Advocacia-Geral da União (EAGU). Será realizado na Capital Federal entre os dias 27 e 29 de abril de 2020. Mais informações sobre o evento podem ser acessadas periodicamente no Portal da Mineração.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



NLMK participa da M&T Expo 2018

29 de outubro de 2018

A siderúrgica NLMK vai participar da edição de 2018 da MT&Expo, Feira Internacional de Equipamentos para Mineração e Construção, que…

LEIA MAIS

Guia de boas práticas aborda etapas de ciclo de vida de barragens e outras estruturas de disposição de rejeitos

8 de agosto de 2019

A minuta do ‘Guia de Boas Práticas de Gestão de Barragens e Estruturas de Disposição de Rejeitos’, que está em fase…

LEIA MAIS

Anglo American divulga resultados de produção do terceiro trimestre

24 de outubro de 2017

A Anglo American reportou um aumento de 6% na produção total em base equivalente de cobre, em comparação com o mesmo período em 2016.

LEIA MAIS