NOTÍCIAS

Maca prevê receita de US$ 84 Mi em 5 anos com projeto de cobre no Pará

2 de setembro de 2015

A empreiteira australiana Maca fechou o ano fiscal de 2015, que foi de julho do ano passado a junho deste ano, com lucro líquido de US$ 38,3 milhões. A companhia, que foi contratada pela Avanco para operar o projeto de cobre Antas North

A empreiteira australiana Maca fechou o ano fiscal de 2015, que foi de julho do ano passado a junho deste ano, com lucro líquido de US$ 38,3 milhões. A companhia, que foi contratada pela Avanco para operar o projeto de cobre Antas North, no Pará, espera gerar receita de US$ 84,4 milhões durante os cinco anos de contrato com a júnior australiana. A Maca também é responsável pela operação da mina de ouro Tucano, da Beadell Resources, no Amapá.

rn

A companhia australiana fechou dois contratos importantes com as mineradoras, ambos com cinco anos de duração, apesar do momento menos aquecido do setor de mineração. Os números são do relatório de resultados do ano fiscal, publicado há duas semanas pela Maca.

rn

Com a operação de Antas North, da Avanco, a empresa australiana disse que vai precisar desembolsar cerca de 20 milhões de dólares australianos, aproximadamente US$ 14 milhões, com equipamentos durante o ano fiscal 2016, que começou em julho deste ano e vai até junho do ano que vem.

rn

No ano fiscal de 2015, a Maca desembolsou um total de US$ 35,8 milhões com a planta, equipamentos e estoques com Tucano. O contrato para operar a mina de ferro e ouro da Beadell inclui a gestão de todas as atividades de perfuração, detonação, cargamento, movimentação e alimentação do britador e serviços auxiliares.

rn

A expectativa da Maca quando firmou contrato com a Beadell, em outubro de 2014, era que a receita do ano fiscal 2015 superasse 570 milhões de dólares australianos. A companhia obteve êxito e fechou o período com receita de 601,4 milhões de dólares australianos, cerca de US$ US$ 422,7 milhões.

rn

O contrato da Maca com a Avanco prevê a gestão de todas as atividades de mineração da cava a céu aberto, incluindo sondagem, desmonte, carregamento e transporte no projeto de cobre Antas North, diz o relatório trimestral divulgado em agosto.

rn

A companhia australiana fechou o ano fiscal 2015 com Ebitda de 138,2 milhões de dólares australianos, alta de 2,7% na comparação com o ano anterior e um fluxo de caixa operacional de 136,5 milhões de dólares australianos, um crescimento de 292% sobre o ano fiscal de 2014.

rn

Clique aqui e acesse a matéria.

rn

 

rn

 

 

Fonte: Notícias de Mineração Brasil

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Sindirochas e Abirochas juntos no MME para discutir a CFEM

3 de dezembro de 2018

Os presidentes do Sindirochas, Tales Machado, e Abirochas, Reinaldo Sampaio, se reuniram com a Secretária de Geologia e Mineração e…

LEIA MAIS

NLMK participa da M&T Expo 2018

29 de outubro de 2018

A siderúrgica NLMK vai participar da edição de 2018 da MT&Expo, Feira Internacional de Equipamentos para Mineração e Construção, que…

LEIA MAIS

Samarco: os três anos do rompimento de Fundão

5 de novembro de 2018

O rompimento da barragem de Fundão completa 3 anos. Uma realidade que faz parte da jornada da Samarco. O dia…

LEIA MAIS