NOTÍCIAS

Maior evento da mineração será lançado nesta quinta-feira em Belém(PA) em 2018

22 de fevereiro de 2018

A indústria da mineração projeta expandir sua capacidade de gerar mais empregos e renda, em conjunto com sua cadeia produtiva, nas próximas décadas. Detalhamento sobre os negócios em vista serão abordados durante a EXPOSIBRAM, o maior evento de mineração do Brasil e um dos maiores da América Latina, cuja edição 2018 será realizada em Belém (PA), no segundo semestre.

Nesta quinta-feira (22.2), o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) fará o lançamento oficial da EXPOSIBRAM Amazônia 2018 (http://portaldamineracao.com.br/exposibramamazonia/), com apoio da Secretaria de Estado e Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (SEDEME). A cerimônia contará com a presença de autoridades, a partir das 17h30, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA).

Esta será a quinta vez que Belém sediará a EXPOSIBRAM, que originalmente ocorre na cidade de Belo Horizonte – a edição mais recente foi realizada na capital mineira, pelo IBRAM, em setembro de 2017 e reuniu mais de 40 mil participantes.

Assim como em Belo Horizonte, a EXPOSIBRAM em Belém contará com uma feira de negócios e um congresso de alto nível para debater temas do setor: a Exposição Internacional de Mineração da Amazônia e o Congresso de Mineração da Amazônia. Participarão inscritos de vários países de 29 de outubro a 1º de novembro de 2018, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.

Ao intercalar a realização da EXPOSIBRAM entre os dois principais Estados mineradores do Brasil, o IBRAM busca ampliar a disseminação de informações socioeconômicas e técnicas sobre a moderna indústria da mineração e suas contribuições para o crescimento e desenvolvimento do Brasil. “Os resultados da atuação das indústrias mineradoras tanto em Minas Gerais quanto no Pará geram reflexos socioeconômicos positivos localmente e para todo o País”, diz o Diretor-Presidente do IBRAM, Walter Alvarenga.

A mineração evidencia o Pará no cenário mineral nacional e internacional: é o segundo maior produtor mineral do País, com jazidas de minérios como Ferro, Cobre, Níquel, Bauxita, Caulim, Manganês, Silício e Ouro. “A mineração industrial está presente em 61 municípios paraenses, ou seja, é uma atividade produtiva consolidada naquela importante região do Brasil”, diz o Walter Alvarenga.

Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) apurados pelo IBRAM, no ano de 2017 foram exportados pelo Pará mais de 177 milhões de toneladas, o que gerou receita de cerca de US$ 10,5 bilhões.

O saldo (exportações e importações em US$) do Estado do Pará representou 50% do saldo Brasil em exportações minerais. “Muito disso em função do minério de ferro do projeto S11D, produzido em Parauapebas. O município se tornou, em 2017, o primeiro colocado em arrecadação de royalty de exploração mineral (chamado de CFEM). Entre os dez maiores arrecadadores, estão outros dois municípios paraenses: Marabá e Canaã dos Carajás. Esses três municípios paraenses respondem por 30% da arrecadação de CFEM no Brasil .

Sobre a EXPOSIBRAM Amazônia

Considerado um dos principais fóruns de discussões do setor mineral na América Latina, a EXPOSIBRAM Amazônia busca aproximar as companhias de mineração, inclusive as com atuação internacional, dos fornecedores de equipamentos e serviços da Região Norte. O objetivo é fomentar negócios a curto, médio e longo prazo.  “Nesta 5ª edição temos como meta reforçar o conceito de que a Região Norte  é primordial para a evolução da mineração. Pretendemos, mais uma vez, atrair investidores e empresas e mostrar a importância desta região para todo o setor mineral internacional”, afirma Walter Alvarenga.

O evento é uma das principais vitrines de negócios e de conhecimentos sobre a indústria mineral na região, que desponta como importante polo gerador de oportunidades de negócio, emprego e renda para os brasileiros de várias localidades, seja diretamente na indústria mineral, ou na cadeia produtiva: pequenas e médias indústrias, empresas de atacado e varejo e também do setor de serviços.

O Congresso de Mineração, integrante da EXPOSIBRAM, pretende atrair este ano cerca de mil participantes entre especialistas, pesquisadores, estudantes e representantes de empresas.

A pauta das palestras vai levar em conta o contexto político e socioeconômico global, bem como as perspectivas dos negócios para as próximas décadas anunciadas pelas mineradoras. Para dinamizar os debates, o IBRAM estabelecerá uma programação com palestras magnas, workshops, talk shows, entre outras atrações.

Segundo o Diretor de Assuntos Ambientais do IBRAM, Rinaldo Mancin, “pretendemos reunir os principais dirigentes e representantes das maiores mineradoras do mundo para conhecer suas análises e debater a respeito do cenário da mineração, um dos motores da economia global”.

Serviço:

Lançamento da EXPOSIBRAM Amazônia 2018
Data: 
22 de fevereiro
Horário: 17h30
Local: Sede da Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA)

 

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Serabi aumenta reservas de ouro em 31%

12 de dezembro de 2017

A Serabi Gold disse ontem (11) que a nova estimativa de reservas minerais provadas e prováveis para as minas de…

LEIA MAIS

Produção de minério de ferro da BHP cai 4% no trimestre

20 de outubro de 2017

Os números levam em consideração o minério de ferro produzido pela BHP e em parcerias em joint ventures

LEIA MAIS

Anglo American divulga resultados de produção do terceiro trimestre

24 de outubro de 2017

A Anglo American reportou um aumento de 6% na produção total em base equivalente de cobre, em comparação com o mesmo período em 2016.

LEIA MAIS