NOTÍCIAS

Manabi: Mineradora deve gerar 2 mil empregos diretos em Santa Maria de Itabira e Morro do Pilar

21 de junho de 2012

rnAs explorações em Morro do Pilar e em Santa Maria de Itabira (Morro Escuro) devem gerar 2 mil empregos diretos, 1,5 mil só no complexo minerador, segundo previsão da mineradora Manabi Holding. Segundo o jornal

rn

As explorações em Morro do Pilar e em Santa Maria de Itabira (Morro Escuro) devem gerar 2 mil empregos diretos, 1,5 mil só no complexo minerador, segundo previsão da mineradora Manabi Holding. Segundo o jornal Estado de Minas, executivos da empresa se reuniram com o Governo do Estado nessa quarta-feira, 20 de junho, para discutir detalhes do investimento bilionário que a empresa vai fazer nos dois municípios.

rn

O projeto está dimensionado em US$ 4,1 bilhões, que envolve o complexo minerário e a infraestrutura de escoamento até o Porto de Linhares, no Espírito Santo. Do total de investimento, US$ 2,8 bilhões serão destinados aos dois municípios.

rn

O empreendimento deve ser formalizado no mês que vem, por meio de protocolo de intenções, a ser assinado no Palácio Tiradentes. Segundo prospecto da empresa, as duas minas somam cerca de 1,5 bilhão de toneladas de recursos minerais, podendo chegar a 2 bilhões em potencial exploratório. A produção estimada é de 31 milhões de toneladas por ano, quantidade superior à do projeto Minas-Rio, da Anglo American, em Conceição do Mato Dentro, com previsão de 26,5 milhões.

rn

Todo minério de Morro do Pilar será destinado à exportação. Já o de Morro Escuro, em Santa Maria, será vendido ao mercado interno. A qualidade do material, segundo documento enviado à CVM, é elevada, com teor de ferro de 68,5%. A mina de Morro do Pilar será maior em capacidade de produção: 25 milhões de toneladas por ano. A de Santa Maria de Itabira deve girar em torno de 6 milhões.

rn

Para levantar recursos para os projetos, a companhia vai lançar oferta pública de ações no Brasil e no Canadá. O dinheiro será investido majoritariamente no desenvolvimento em estudos ambientais, obtenção de licenças e autorizações, projetos de engenharia, sondagens e outras despesas. A Manabi foi constituída em março de 2011 por ex-executivos da Vale, da LLX e da MMX.

rn

 

Fonte: DeFato Online

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



AngloGold Ashanti realiza simulado de emergência de barragem na comunidade de Barra Feliz

19 de novembro de 2018

Terceiro evento em Santa Bárbara mobiliza moradores. Mais de 240 se envolveram na ação, 60% do público-alvo. Próximo treinamento ocorrerá…

LEIA MAIS

IBRAM renova liderança e defende protagonismo do setor

21 de janeiro de 2019

Com grande experiência nos setores público e privado, Jerson Kelman assume a presidência do IBRAM; presidente do Conselho, Luiz Eduardo…

LEIA MAIS

Série de vídeos mostra a verdadeira mineração do Brasil

10 de abril de 2018

A extração dos recursos naturais é uma atividade que sempre foi exercida pelo homem. É na natureza que ele busca…

LEIA MAIS