NOTÍCIAS

Mineração é parte da solução ambiental para a economia verde

30 de maio de 2012

rnA poucos dias da Rio+20, governos, indústria, academia e sociedade se preparam para debater sobre estratégias globais que conduzam o maior número possível de nações a adotar o conceito ainda pouco conhecido

rn

A poucos dias da Rio+20, governos, indústria, academia e sociedade se preparam para debater sobre estratégias globais que conduzam o maior número possível de nações a adotar o conceito ainda pouco conhecido criado pela ONU: “economia verde”.

rn

 

rn

O novo modelo busca equilibrar o uso dos recursos naturais ao avanço dos negócios e do bem-estar, sem maiores riscos às espécies e aos ecossistemas.

rn

 

rn

Dimensionar as implicações sociais e econômicas no âmbito de um desenvolvimento que almeja a sustentabilidade será um desafio extra. As mudanças climáticas e a eficiência energética serão alguns dos focos centrais, determinantes para atingir o objetivo ainda conceitual da ONU.

rn

 

rn

Uma avaliação que será apresentada em workshop exclusivo sobre o tema, em 18 de junho, certamente causará surpresa na conferência: qualquer que seja o caminho a ser seguido, a mineração e os bens minerais terão papel estratégico na transição para a “economia verde”.

rn

 

rn

Existe uma interdependência entre as atividades de mineração e as de geração, armazenamento e transmissão de qualquer tipo de energia.

rn

 

rn

Muitas das soluções para ampliar a eficiência nessa área passam obrigatoriamente pela maior disponibilidade de minerais.

rn

 

rn

As mais conhecidas fontes de energia alternativa, como as placas solares e as células fotovoltaicas, também dependem de minérios. São produzidas com silício.

rn

 

rn

Outros exemplos são as turbinas eólicas e as baterias de carros híbridos que demandam diversos minerais. Muitos deles de difícil obtenção, como é o caso das chamadas “terras-raras” -grupo de 17 minerais raros que têm despertado tanta polêmica devido ao domínio chinês sobre sua produção.

rn

 

rn

Outro ponto a ser apresentado na Rio+20 é que para suprir a demanda de energia cada vez maior será preciso rever as alternativas nucleares. O uso de minerais como o tório (Th) aponta para a possibilidade de usinas nucleares com emissões e resíduos nulos e elevada segurança.

rn

 

rn

Ao mesmo tempo em que a mineração será capaz de contribuir decisivamente para viabilizar a eficiência energética com base em matrizes “limpas”, a atividade poderá se beneficiar do seu próprio curso. Afinal, muitos de seus processos produtivos são eletrointensivos.

rn

 

rn

Entre os ecos produzidos pela organização da Rio+20, chilenos e brasileiros programam seminário internacional em setembro, na Bahia, que vai ampliar o debate e propor ações que permitam à mineração exercer seu papel fundamental na solução que viabilizará a “economia verde”.

rn

 

rn

RINALDO CÉSAR MANCIN é diretor de assuntos ambientais do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram).

rn

 

Fonte: Rinaldo C̩sar Mancin РFolha de S. Paulo

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Mineração Usiminas adota nova tecnologia para dispor rejeitos

26 de junho de 2018

A Mineração Usiminas (Musa) protocolou na Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Supram) o pedido de licenciamento ambiental…

LEIA MAIS

Participe do I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral

15 de outubro de 2018

Estão abertas as inscrições para o I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral. O evento, promovido pela Agência Nacional de Mineração (ANM),…

LEIA MAIS

Votorantim Cimentos apoia projeto de resgate histórico-cultural em Corumbá (MS)

17 de dezembro de 2018

Projeto “Todo Lugar tem uma História para Contar”, do Museu da Pessoa, reuniu histórias de vida dos moradores que impulsionou…

LEIA MAIS