NOTÍCIAS

Minerais desempenharão papel significativo no futuro, afirma Banco Mundial

25 de julho de 2017

Relatório ressaltou os impactos potenciais que o boom contínuo das tecnologias de energia com baixa emissão de carbono terá sobre a demanda por diferentes tipos de minerais

Um novo relatório divulgado pelo Banco Mundial ressaltou os impactos potenciais que o boom contínuo das tecnologias de energia com baixa emissão de carbono terá sobre a demanda por diferentes tipos de minerais.
 
Usando baterias de armazenamento de energia eólica e solar e como exemplos chave de tecnologias de baixo carbono ou “verde”, o relatório “O papel crescente de minerais e metais para um futuro de baixo teor de carbono” examina os tipos de minerais e metais que irão passar por um aumento de demanda, já que o mundo trabalha para evitar o aumento da temperatura global.
 
De acordo com o relatório, os principais minerais que terão aumento na demanda são: alumínio, cobre, chumbo, lítio, manganês, níquel, prata, aço e zinco e raras, como índio, molibdênio e neodímio. O exemplo mais significativo são as baterias de armazenamento elétrico, que terão aumento na utilização de metais como alumínio, cobalto, ferro, chumbo, lítio, manganês e níquel.
 
O relatório mostra ainda que uma mudança para um futuro com baixas emissões de carbono poderia resultar em oportunidades para países ricos em minerais, mas também aponta para a necessidade desses países desenvolverem estratégias de longo prazo para investir de forma inteligente. Para crescer de forma saudável os países precisarão ter mecanismos políticos que protejam as comunidades locais e o meio ambiente.
 
“Com um melhor planejamento, os países ricos em recursos podem aproveitar o aumento da demanda para fomentar o crescimento e o desenvolvimento”, disse Riccardo Puliti, Diretor Sênior e Chefe da Prática Global de Energia e Indústrias Extrativistas no Banco Mundial. “Países com capacidade e infra-estrutura para abastecer os minerais necessários para tecnologias mais limpas têm uma oportunidade única de desenvolver suas economias de forma sustentável”.
 
A demanda futura de metais é também impulsionada pelo desenvolvimento de tecnologias mais avançadas. Por exemplo, as três formas principais de veículos alternativos – elétricos, híbridos e hidrogênio – cada uma têm implicações diferentes para a demanda de metal: os veículos elétricos requerem lítio; Veículos híbridos usam chumbo; E os veículos a hidrogênio usam platina.
 
Para se posicionar bem em relação às mudanças econômicas, os países precisarão de fontes confiáveis ??de dados econômicos e inteligência de mercado, bem como a capacidade de transformar essas informações em planos, investimentos e operações sustentáveis.
 
Com base nas tendências atuais, espera-se que o Chile, o Peru e (potencialmente) a Bolívia desempenhem um papel fundamental no fornecimento de cobre e lítio; O Brasil é um fornecedor chave de bauxita e minério de ferro; Enquanto o sul da África e a Guiné serão vitais no esforço para atender a crescente demanda de platina, manganês, bauxita e cromo. A China continuará a desempenhar um papel de liderança nos níveis de produção e reserva em praticamente todos os metais-chave necessários em cenários com baixa emissão de carbono. A Índia é dominante em ferro, aço e titânio, enquanto a Indonésia, Malásia e Filipinas têm oportunidades com bauxita e níquel.
 
Um futuro de tecnologia “verde” tem potencial para ser materialmente intensivo, afirma o relatório. O aumento das atividades de extração e produção também pode ter impacto significativo nos sistemas locais de água, ecossistemas e comunidades. À medida que os países desenvolvem suas dotações de recursos naturais será fundamental que a sustentabilidade, a proteção ambiental e as opções de reciclagem de materiais sejam integradas a novas operações, políticas e investimentos.
 
O relatório “O Papel Crescente dos Minerais e Metais para um Futuro de Baixo Carbono” destina-se a contribuir para um diálogo mais rico em torno das oportunidades e desafios que um futuro com baixo teor de carbono apresenta.
 
Mais informações em: http://documents.worldbank.org/curated/en/207371500386458722/The-Growing-Role-of-Minerals-and-Metals-for-a-Low-Carbon-Future
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



NLMK participa da M&T Expo 2018

29 de outubro de 2018

A siderúrgica NLMK vai participar da edição de 2018 da MT&Expo, Feira Internacional de Equipamentos para Mineração e Construção, que…

LEIA MAIS

Vale abre inscrições para Programa Global de Trainee

10 de setembro de 2018

Estão abertas as inscrições para o Programa Global de Trainee da Vale. São 40 vagas, das quais 23 para o…

LEIA MAIS

Instituto Alcoa promove formação de professores em escolas públicas de Juruti

10 de setembro de 2018

Em busca de conhecimentos, experiências e avanços nas atividades escolares, cerca de 40 professores de escolas públicas de Juruti e…

LEIA MAIS