NOTÍCIAS

Minério de ferro impulsiona as exportações de Minas Gerais

14 de fevereiro de 2013

rnDepois de exportar menos e sofrer com a redução dos preços internacionais das principaiscommodities estaduais ao longo de 2012, a pauta exportadora do Estado começa a tomar fôlego a julgar pelos números do p

rn

Depois de exportar menos e sofrer com a redução dos preços internacionais das principaiscommodities estaduais ao longo de 2012, a pauta exportadora do Estado começa a tomar fôlego a julgar pelos números do primeiro mês deste ano. No caso do minério de ferro, o principal produto, os embarques do insumo em janeiro somaram US$ 1,002 bilhão contra US$ 709,3 milhões no mesmo período do exercício passado, um aumento de 41,2%.

rn

Em volume, as vendas externas da commodityforam 45,5% maiores, indicando a retomada da demanda, principalmente por parte da China. Porém, com base nos números relativos apenas à quantidade e ao valor gerado com as exportações de minério no primeiro mês de cada ano, em 2013 ainda há uma diferença de 2,3%, para menos, nos preços do produto, mas que também já mostra uma tendência de recuperação.

rn

Conforme dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), a situação dos embarques da principal commodity agrícola do Estado, o café, não é tão promissora quanto o panorama das exportações do minério de ferro. Em janeiro, as remessas do grão ao exterior renderam US$ 315,2 milhões 23,8% menos que em igual mês de 2012 (US$ 413,5 milhões).

rn

A situação é ainda pior porque o Estado faturou menos exportando maior quantidade de café. Os dados do Mdic mostram que as vendas do grão somaram 93,3 mil toneladas em janeiro contra 82,1 mil toneladas no mesmo mês do ano anterior, um aumento de 13,6%. Isso significa que os preços internacionais do produto caíram cerca de 33% no início de 2012 para o começo deste exercício.

rn

Ouro – Por outro lado, as exportações do ouro extraído no Estado continuam em ascensão. Os embarques do metal somaram US$ 204,5 milhões no mês passado contra US$ 107,2 milhões em janeiro de 2012, elevação de 90,7%. Em volume, o ganho de 2013 na comparação dos dois períodos foi de 85%. Em preços, a evolução foi de praticamente 3%.

rn

No total, a receita gerada com os embarques estaduais em janeiro somou US$ 2,646 bilhões, uma alta de 13,8% em relação ao mesmo mês um exercício antes (US$ 2,325 bilhões). As importações, ao contrário, somaram US$ 1,008 bilhão ante US$ 1,036 bilhão, queda de 2,7%, no mesmo confronto.

rn

Com esses resultados, o saldo da balança comercial do Estado para janeiro ficou superavitário em US$ 1,638 bilhão, com alta de 27% frente o resultado de idêntico período 2012 (US$ 1,289 bilhão).

rn

 

rn

 

rn

 

Fonte: De Fato Online

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Fabio Schvartsman participa de evento corporativo em São Paulo

16 de abril de 2018

O diretor-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, participou, no dia 10 de abril, do Itaú Macro Vision, evento voltado para o…

LEIA MAIS

LITOTECA DA CBPM É REABERTA

5 de outubro de 2015

Os interessados em fazer consultas em amostras de testemunhos de sondagem de projetos pesquisados pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) já podem programar visitas à Litoteca da empresa.

LEIA MAIS

Inscrições abertas para submissão de trabalhos na Minexcellence 2019

10 de setembro de 2018

O 4º Seminário Internacional de Excelência Operacional em Mineração (Minexcellence 2019) será realizado em Santiago, no Chile, entre os dias…

LEIA MAIS