NOTÍCIAS

Minério de ferro liderou movimento nos portos em 2011

17 de maio de 2012

O produto com o maior volume movimentado nos portos brasileiros em 2011 foi o minério de ferro, um dos mais importantes na pauta de exportação do País. De acordo com balanço anual divulgado nesta quarta-feira pela A

O produto com o maior volume movimentado nos portos brasileiros em 2011 foi o minério de ferro, um dos mais importantes na pauta de exportação do País. De acordo com balanço anual divulgado nesta quarta-feira pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), os embarques e desembarques do produto chegaram a 327,786 milhões de toneladas, respondendo por 37% do tráfego total no sistema portuário, que somou 886,055 milhões de toneladas no ano passado.

rn

Em segundo lugar na lista de produtos com maior volume de movimentação nos portos estão os combustíveis e os óleos minerais, com 188,367 milhões de toneladas. Ao contrário do minério de ferro, no entanto, a maior parte do movimento se refere à importação desses produtos.

rn

Na mesma lista, aparecem com grande volume a soja, com 41,270 milhões de toneladas, a bauxita (37,434 milhões de toneladas) e o açúcar (22,615 milhões de toneladas). Já no sentido contrário, as importações de fertilizantes e adubos impulsionaram a movimentação nos portos com 22,079 milhões de toneladas.

rn

 

 

Fonte: Hoje em Dia

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



CBMINA: submissão de trabalhos pode ser feita até 13 de abril

5 de abril de 2018

Para reforçar a importância de mão de obra qualificada e garantir o crescimento responsável da atividade minerária no País, o…

LEIA MAIS

Tecnologia leva mais segurança aos caminhões fora de estrada

1 de outubro de 2018

O que um sistema que alerta os motoristas de caminhões fora de estrada sobre a presença de objetos no trajeto…

LEIA MAIS

Centro de Operações Integradas completa um ano de funcionamento

24 de setembro de 2018

A integração da cadeia de valor de Ferrosos, por meio do Centro de Operações Integradas (COI), é uma realidade na…

LEIA MAIS