NOTÍCIAS

Minério de ferro volta a se destacar nos embarques

11 de março de 2013

rnInsumo impulsiona balança mineirarnA trajetória ascendente dos preços internacionais e a retomada do aquecimento da demanda internacional, em especial da China, pelo minério de ferro extraído no Estado come&ccedil

rn

Insumo impulsiona balança mineira

rn

A trajetória ascendente dos preços internacionais e a retomada do aquecimento da demanda internacional, em especial da China, pelo minério de ferro extraído no Estado começam a trazer resultados positivos para as exportações da principal commodity de Minas Gerais.

rn

Os embarques do insumo no primeiro bimestre renderam US$ 1,979 bilhão em divisas para o Estado contra US$ 1,736 bilhão no mesmo período de 2012, um aumento de 14%.

rn

Em quantidade, as vendas externas da commodity foram 8% maiores, na mesma comparação, mostrando que os preços praticados em 2013 foram em média 5,4% superiores. A China comprou praticamente 65% do minério de ferro exportado por Minas Gerais de janeiro a fevereiro, gerando uma receita de US$ 1,189 bilhão para o Estado, 7,1% a mais que no mesmo bimestre de 2012, quando os chineses compraram US$ 1,110 bilhão. A quantidade do insumo siderúrgico adquirida no primeiro bimestre foi praticamente a mesma do volume do igual intervalo de 2012, mostrando que, no mercado chinês, a diferença do preço foi de 5,4% a mais em 2013. O que definiu o preço médio total do minério vendido por Minas Gerais.

rn

Café — Conforme dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior (Mdic), a situação dos embarques da principal commodity agrícola do Estado, o café, é péssima. Nos dois primeiros meses deste ano, as remessas do grão ao exterior renderam US$ 560,1 milhões, 27% menos que em igual bimestre 2012 (US$ 766,7 milhões).

rn

A situação é ainda pior porque o Estado faturou menos exportando maior quantidade de café. Os dados do Mdic mostram que as vendas do grão somaram 163 mil toneladas no primeiro bimestre deste ano contra 157,4 mil toneladas nos mesmos meses de 2012, um aumento dc 7,3%. Isso significa que os preços internacionais do produto caíram em média cerca de 32% no início de 2012 para o começo deste exercício.

rn

No caso do ferronióbio também houve queda. As exportações da liga somaram US$ 178,7 milhões de janeiro a fevereiro ante US$ 260 milhões no mesmo bimestre do ano passado, baixa de 31,3%. Em quantidade, a retração foi de 29,3%, e em termos de preços, houve redução de 3%.

rn

Por outro lado, apesar de cotação internacional do ouro ter permanecido estável na comparação do primeiro bimestre deste ano com o mesmo período de 2012, a receita com os embarques estaduais do metal cresceram 47,6%, somando US$ 337 milhões contra US$ 228,3 milhões, neste confronto. Em volume, as vendas foram 47,6% maiores em 2013.

rn

No total, a receita gerada com os embarques estaduais do primeiro bimestre já acumula US$ 4,906 bilhões, com recuo de 1,5% ante o mesmo período de 2012 (US$ 4,983 bilhões) e fatia de 15,6% do total nacional para o período (US$ 3 1,518 bilhões). O minério de ferro respondeu por 40% do montante do intervalo.

rn

 

rn

 

rn

 

Fonte: Diário do Comércio

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Minério mantém alta

5 de dezembro de 2017

Em sua quinta alta consecutiva, o minério de ferro atingiu o maior valor desde 14 de setembro no mercado à…

LEIA MAIS

Participe do I Seminário de Mineração e Meio Ambiente da Bahia

19 de setembro de 2018

Estão abertas as inscrições para o “I Seminário de Mineração e Meio Ambiente da Bahia”. O evento será realizado entre…

LEIA MAIS

Vale cria Diretoria de Investimento Social

10 de dezembro de 2018

Hugo Barreto, ex-secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, será o responsável pelos projetos sócio-culturais da empresa e pela Fundação Vale A…

LEIA MAIS