NOTÍCIAS

MPX e MMX mudam contrato para fornecimento de energia a Serra Azul

3 de maio de 2012

rn MPX e a MMX – empresas de energia e mineração do grupo EBX, do empresário Eike Batista – firmaram um aditivo ao contrato de compra e venda de energia elétrica anunciado no ano passado.rnNos termos do aditivo, de ja

rn

 MPX e a MMX – empresas de energia e mineração do grupo EBX, do empresário Eike Batista – firmaram um aditivo ao contrato de compra e venda de energia elétrica anunciado no ano passado.

rn

Nos termos do aditivo, de janeiro de 2014 a dezembro de 2018 a MPX fornecerá energia para a Unidade Serra Azul da MMX por meio de um contrato bilateral no mercado livre, a um preço de R$ 102 por megawatt-hora (data-base de novembro de 2011).

rn

Segundo o cronograma, em 2014 a MPX venderá o equivalente a 64 megawatts (MW) médios. Em 2015 serão vendidos 185 MW médios e entre 2016 e 2018 serão vendidos 200 MW médios por ano.

rn

No contrato anterior, as duas companhias firmaram acordo no qual a geradora de energia forneceria 200 MW médios à mineradora, a partir de maio de 2014, pelo período de 15 anos. O preço-base do contrato era de R$ 125 por MWh, o que corresponderia a um valor total de R$ 3,3 bilhões para o negócio.

rn

De janeiro de 2019 a maio de 2029, os termos do contrato original de fornecimento de energia permanecem inalterados. A UTE Parnaíba, da MPX, fornecerá 200 megawatts médios, ao preço-base de R$ 125 por megawatts-hora (data base de maio de 2011), utilizando a estrutura de autoprodução.

rn

“A vantagem de um contrato de autoprodução em relação a um contrato bilateral de compra e venda de energia no mercado livre está relacionada à isenção de encargos do setor de energia, os quais, atualmente, totalizam aproximadamente R$ 40/MWh”, disseram as companhias em nota.

rn

Um aditivo também foi assinado com partes diversas, substituindo o contrato de autoprodução de 30 MW médios por cinco anos, por um contrato bilateral no mercado livre com a MPX Comercializadora de Energia, a partir de janeiro de 2013.

rn

 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Entidades buscam resolução para demanda represada no embarque de rochas ornamentais

5 de novembro de 2018

Com apoio do Governo do Espírito Santo, Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcário do Estado do Espírito…

LEIA MAIS

Guia de boas práticas aborda etapas de ciclo de vida de barragens e outras estruturas de disposição de rejeitos

8 de agosto de 2019

A minuta do ‘Guia de Boas Práticas de Gestão de Barragens e Estruturas de Disposição de Rejeitos’, que está em fase…

LEIA MAIS

Inscrições abertas para submissão de trabalhos na Minexcellence 2019

10 de setembro de 2018

O 4º Seminário Internacional de Excelência Operacional em Mineração (Minexcellence 2019) será realizado em Santiago, no Chile, entre os dias…

LEIA MAIS