NOTÍCIAS

Nova mineradora do BTG aposta em mercados andinos e africanos

13 de julho de 2012

rnA B&A Mineração, criada nesta quinta-feira pelo banco de investimentos BTG Pactual e pela AGN Agroindustrial Projetos e Participações, apostará pela diversificação e por novos mercados, com &ecir

rn

A B&A Mineração, criada nesta quinta-feira pelo banco de investimentos BTG Pactual e pela AGN Agroindustrial Projetos e Participações, apostará pela diversificação e por novos mercados, com ênfase na região andina e nos países ocidentais da África.

rn

 

rn

“Na América Latina, em particular na região andina, temos um potencial enorme de crescimento, descobertas e desenvolvimento de ativos, muitos deles abandonados no passado”, assinalou em entrevista coletiva em São Paulo Roger Agnelli, presidente do Conselho de Administração da nova empresa.

rn

 

rn

O executivo, que ocupou durante uma década a Presidência da Vale, destacou também que o continente africano tem ativos ainda desconhecidos. “A África, para o mundo, é uma questão de tempo, pois a África tem de entrar agora na economia globalizada”, ressaltou.

rn

 

rn

“O mundo precisa de uma África aumentando a oferta de recursos energéticos e alimentos e por isso apostamos nestas novas fronteiras”, acrescentou Agnelli, para quem a demanda mundial de ferro e adubos, liderada pelo mercado chinês, deverá ser mantida, apesar da crise.

rn

 

rn

“Não há problemas de demanda na China, o que se tem agora é um ajuste momentâneo do mercado”, sentenciou o empresário.

rn

 

rn

O diretor-executivo da B&A, Eduardo Ledsham, afirmou que a empresa tem planos de curto prazo para o Chile, com o início de produção de cobre em 2014, e o Peru, “aproveitando a integração do ponto de vista estratégico”, enquanto com a Argentina e a Colômbia se trabalha com projetos de médio prazo.

rn

 

rn

“São oportunidades com pequenos mineiros da região, mas com alta margem de rentabilidade”, acrescentou Ledsham, para quem a produção no Brasil deverá começar entre os próximos três e cinco anos. Na África, a empresa pretende atuar nos países do litoral oeste, da Mauritânia a Angola.

rn

 

Fonte: Yahoo Brasil

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



ArcelorMittal Tubarão lança projeto para dessalinizar água do mar

21 de janeiro de 2019

O projeto demandará investimentos em torno de R$ 50 milhões, gerará cerca de 220 vagas de emprego (no pico da…

LEIA MAIS

Abertas inscrições do Programa Aprendiz da AngloGold Ashanti em Nova Lima (MG)

8 de agosto de 2019

São 60 vagas, das quais 20 exclusivas para pessoas com deficiência (PCD). Os cursos disponíveis são de operador de mina…

LEIA MAIS

Produção da Vale bate recorde no trimestre

20 de outubro de 2017

O complexo atingiu recorde trimestral de 45 Mt no terceiro trimestre, ao produzir 8,5% a mais do que no segundo trimestre.

LEIA MAIS