NOTÍCIAS

Novo patamar de preços de minério impulsiona Vale em 2013

9 de janeiro de 2013

rnO Deutsche Bank elevou as estimativas de resultados da Vale para este ano, com base no aumento dos preços do minério de ferro e outros produtos fornecidos pela companhia brasileira.rnEm relatório distribuído ne

rn

O Deutsche Bank elevou as estimativas de resultados da Vale para este ano, com base no aumento dos preços do minério de ferro e outros produtos fornecidos pela companhia brasileira.

rn

Em relatório distribuído nesta terça-feira, o banco de investimentos projeta que as vendas da maior fornecedora deminério do mundo deverão alcançar quase 50 bilhões de dólares em 2013, um valor 6 por cento maior que o estimado anteriormente.

rn

O Deutsche elevou sua estimativa para o preço do minério de ferro de 116 dólares para 125 dólares a tonelada neste ano. Para 2014, contudo, o banco revisou para baixo o valor da commodity, de 120 dólares para 115 dólares a tonelada.

rn

Outros bancos de investimento, como Goldman Sachs e Credit Suisse, também apostam em preços mais firmes do minério para este ano.

rn

O preço de venda do minério pela Vale, segundo a estimativa do Deutsche, será 8 por cento maior do que o projetado antes, passando de 99,6 dólares para 107,7 dólares a tonelada. A projeção do volume de minério vendido neste ano foi mantida em 303 milhões de toneladas.

rn

Os preços do minério de ferro no mercado no mercado à vista da China voltaram a subir forte nesta terça-feira, com siderúrgicas do país asiático recompondo estoques na esperança de uma recuperação econômica que irá impulsionar a demanda por aço.

rn

Uma oferta limitada de cargas no “spot” também ajudou a sustentar os preços. O minério de ferro, matéria-prima do aço, já subiu 82,9 por cento desde setembro, quando atingiram mínima de três anos.

rn

Ainda segundo o relatório, a Vale alcançará um Ebitda de 21,8 bilhões de dólares em 2013, valor 12 por cento acima do estimado anteriormente por seus analistas.

rn

Os preços do cobre praticados pela Vale também ficaram acima das estimativas iniciais, 2 por cento maiores do que o esperado anteriormente. Mas os preços do níquel ficaram 5 por cento abaixo do havia sido estimado.

rn

 

Fonte: Estadão

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Produção de minério de ferro da BHP cai 4% no trimestre

20 de outubro de 2017

Os números levam em consideração o minério de ferro produzido pela BHP e em parcerias em joint ventures

LEIA MAIS

Projeto de terras-raras vai produzir 5 mil toneladas por ano em Goiás

13 de novembro de 2017

A Mineração Serra Verde (MSV) trabalha para produzir anualmente 5 mil toneladas de concentrado de terras-raras no projeto que possui…

LEIA MAIS

LITOTECA DA CBPM É REABERTA

5 de outubro de 2015

Os interessados em fazer consultas em amostras de testemunhos de sondagem de projetos pesquisados pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) já podem programar visitas à Litoteca da empresa.

LEIA MAIS