NOTÍCIAS

Obra da Vale elimina gargalo logístico de 120 anos em Minas Gerais

22 de julho de 2015

A Vale acaba de entregar o Projeto Modernização BH-Sabará, em Minas Gerais, considerado estratégico para o desenvolvimento da infraestrutura ferroviária do país. O trecho faz parte do corredor Goiás-Mi

A Vale acaba de entregar o Projeto Modernização BH-Sabará, em Minas Gerais, considerado estratégico para o desenvolvimento da infraestrutura ferroviária do país. O trecho faz parte do corredor Goiás-Minas Gerais e Espírito Santo, responsável pela exportação de 7,5% de grãos do país e 4,5% da importação de fertilizantes. A obra, realizada em parceria com o governo federal, eliminou um gargalo logístico de 120 anos em um trecho 8,3 quilômetros entre Belo Horizonte e o município vizinho de Sabará, considerado um dos principais pontos de interligação entre os sistemas ferroviários do Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste e por onde passam trens de três ferrovias – Ferrovia Centro-Atlântica, MRS Logística e Estrada Ferro Vitória a Minas.

rn

Com investimentos de aproximadamente R$ 300 milhões, o projeto combina a retificação do traçado da linha férrea, antes muito sinuoso, com a duplicação da ferrovia. A intervenção permitiu aumentar em 120% a capacidade de transporte no trecho, passando de nove pares de trens para 20 pares. Pelo local, circulam composições de até 90 vagões. Comparando o primeiro trimestre de 2012 com o mesmo período de 2015, o total de cargas exportadas apenas pelo Porto de Tubarão por meio do corredor cresceu quase 60%.

rn

Impacto social

O empreendimento trouxe benefícios sociais que refletem no dia a dia de mais de 250 mil moradores de 10 bairros que cortam os dois municípios. Ao longo dos quatro anos de obra, foram construídos quatro viadutos rodoviários, dois ferroviários, três passarelas, eliminando as passagens em nível. Um muro de vedação também foi erguido, evitando o risco de contato de adultos e crianças com as composições ferroviárias.

rn

Desta forma, Belo Horizonte se transformou na primeira grande capital brasileira a ter uma linha férrea cortando o seu centro urbano completamente isolada da comunidade por onde ela passa. O projeto também contemplou obras de urbanização de diversas ruas, praças e áreas de lazer de Belo Horizonte e Sabará. Durante as obras, iniciativas voltadas para educação, cultura, meio ambiente e formação profissional beneficiaram cerca de 4 mil pessoas.

rn

 

rn

 

 

Fonte: Vale

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



CBPM e IBRAM firmam parceria para organização de eventos com empresários da mineração baiana

28 de janeiro de 2020

O CBPM Convida, evento mensal promovido pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), recebeu um reforço de peso para as próximas…

LEIA MAIS

CBMINA: submissão de trabalhos pode ser feita até 13 de abril

5 de abril de 2018

Para reforçar a importância de mão de obra qualificada e garantir o crescimento responsável da atividade minerária no País, o…

LEIA MAIS

Participe do I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral

15 de outubro de 2018

Estão abertas as inscrições para o I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral. O evento, promovido pela Agência Nacional de Mineração (ANM),…

LEIA MAIS