NOTÍCIAS

Orinoco amplia em 50% área de projeto de ouro em Goiás

22 de julho de 2015

A Orinoco Gold disse na última terça-feira (21) que adquiriu novas áreas para o projeto de ouro Faina Goldfields, em Goiás. Com a operação, a área do principal projeto da mineradora aumentou em 50% par

A Orinoco Gold disse na última terça-feira (21) que adquiriu novas áreas para o projeto de ouro Faina Goldfields, em Goiás. Com a operação, a área do principal projeto da mineradora aumentou em 50% para pouco mais de 300 quilômetros quadrados.

rn

O negócio realizado com a empresa brasileira Mineração Goias Velho (MGV) envolveu a aquisição de 80% dos direitos dessa empresa em áreas próximas à mina de ouro Cascavel, mais importante empreendimento da Orinoco na região. De acordo dados do DNPM, alguns dos direitos envolvidos na transação foram transferidos, no início do ano, na Mineração Maracá para a MGV, entre eles, o maior, de número 860.990/2010, que tem 1.950 hectares.

rn

Segundo comunicado de hoje da Orinoco, a operação vai custar US$ 120 mil e será paga nos próximos seis meses. O acordo não prevê a obrigatoriedade de investimentos mínimos em exploração.

rn

O pacote, que cobre uma área de aproximadamente 100 quilômetros quadrados, é composta por 12 autorizações de pesquisa, sendo que dez estão localizadas na porção central do cinturão Faina Greenstone, entre Cascavel e o prospecto Sertão. Esta última propriedade foi explotada pela Troy Resources, que produziu cerca de 250.000 onças a partir de teores médios de 24,9 g/t. Dois desses direitos estão localizados ao sul do cinturão Goiás Velho Greenstone.

rn

As novas aquisições devem aumentar a atratividade do portfólio de projetos de exploração e oportunidades de crescimento para a Orinoco assim que a mina Cascavel entrar em operação no início de 2016, diz comunicado divulgado hoje. A mina está em fase de desenvolvimento.

rn

“Ampliar a posse de direitos no cinturão Faina Greenstone é uma oportunidade fantástica para a companhia. Mais importante do que isso, áreas chaves entre Cascavel e Sertão agora estão sob nosso controle e nossos geólogos acreditam que os sistemas mineralizados provavelmente se estendem para o sul de Cascavel e ao norte de Sertão”, disse Mark Papendieck, diretor administrativo da Orinoco.

rn

 

rn

 

rn

 

 

Fonte: Clique aqui e acesse a matéria.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Vale abre inscrições para Programa Global de Trainee

10 de setembro de 2018

Estão abertas as inscrições para o Programa Global de Trainee da Vale. São 40 vagas, das quais 23 para o…

LEIA MAIS

5 dicas para manutenção eficaz em mineradoras

3 de dezembro de 2018

Manter o maquinário em bom estado de funcionamento é um dos maiores desafios das mineradoras. Instalados em ambientes extremos e…

LEIA MAIS

Mineração Usiminas adota nova tecnologia para dispor rejeitos

26 de junho de 2018

A Mineração Usiminas (Musa) protocolou na Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Supram) o pedido de licenciamento ambiental…

LEIA MAIS