NOTÍCIAS

Produção de minério de ferro no semestre é recorde, nota Rio Tinto

17 de julho de 2012

rnA Rio Tinto atingiu um recorde de produção de minério de ferro e carvão coque durante o primeiro semestre deste ano. A mineradora anglo-australiana alertou, porém, para as condições econômicas

rn

A Rio Tinto atingiu um recorde de produção de minério de ferro e carvão coque durante o primeiro semestre deste ano. A mineradora anglo-australiana alertou, porém, para as condições econômicas e para a piora da confiança do mercado no segundo trimestre.

rn

Foram produzidas 48,6 milhões de toneladas de minério de ferro entre abril e junho, excluindo a produção atribuível aos sócios minoritários, praticamente em linha com o ano anterior. A produção no semestre, por sua vez, subiu 4% na base anual, para 94,3 milhões de toneladas.

rn

A produção de carvão de coque duro, usado na produção de aço, atingiu aproximadamente 2 milhões de toneladas no trimestre e cresceu 9% no semestre, para 3,7 milhões de toneladas, montante recorde. No período, a produção de carvão térmico foi fraca no segundo trimestre, em 4,8 milhões de toneladas, mas subiu 2% no semestre, para 8,9 milhões de toneladas.

rn

A Rio Tinto também produziu 133,5 mil toneladas de cobre no segundo trimestre, volume estável em relação ao do mesmo período anterior. A produção de alumínio, por sua vez, caiu 12% entre abril e junho, somando 841 mil toneladas.

rn

A companhia espera produzir 8,5 milhões de toneladas de carvão de coque duro e 19,5 milhões de toneladas de carvão térmico neste ano, abaixo da projeção de abril, de 9 milhões e 20 milhões de toneladas, respectivamente. A área de exploração de cobre deve atingir 580 mil toneladas em 2012, inferior às 600 mil de toneladas previstas anteriormente.

rn

A única meta mantida pela Rio Tinto foi a de produção de 250 milhões de toneladas métricas de minério de ferro neste ano nas minas da Austrália e Canadá. “Estamos acompanhando o ritmo da recuperação dos Estados Unidos, a contínua crise na zona do euro e o impacto dos esforços para estimular a economia chinesa nos mercados que servimos”, disse Tom Albanese, presidente da mineradora, em nota.

rn

Albanese comentou ainda que o programa de investimentos da empresa mostrou resistência à volatilidade do mercado. “Nossos projetos são robustos sob qualquer provável cenário econômico.”

rn

(Dow Jones)

rn

 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



BH recebe 2º edição do evento “Fornecedores de Tecnologias para gestão e manejo de rejeitos de mineração”

28 de outubro de 2019

Empresas brasileiras e também companhias com atuação internacional que atuam no desenvolvimento de soluções para a gestão e o manejo…

LEIA MAIS

Centro de Tecnologia de Ferrosos da Vale completa 10 anos

15 de outubro de 2018

A Vale possui um dos mais avançados centros de pesquisas na aplicação de minério de ferro e carvão na siderurgia….

LEIA MAIS

Congresso Aço Brasil 2019 debate o futuro do setor

8 de agosto de 2019

Nos dias 20 e 21 de agosto, em Brasília, o Instituto Aço Brasil reunirá autoridades, empresários e especialistas para debater…

LEIA MAIS