NOTÍCIAS

Programa de melhorias eleva produtividade e reduz custos operacionais

15 de outubro de 2018

Engajamento dos colaboradores, aumento da produtividade e otimização de custos. Esses são os diferenciais que a Imerys, detentora da maior operação de caulim no mundo, vem percebendo após a implantação de um programa de melhorias na unidade do Pará. Na mina PPSA, localizada no município de Ipixuna do Pará, a empresa conseguiu reduzir o consumo de energia em 13% em relação ao ano anterior e no último trimestre conquistou 27% de ganhos em comparação ao mesmo período do ano passado.

Os resultados são frutos de um trabalho que envolveu alta gestão e operadores com intuito de melhorar os indicadores de Eficiência de Equipamentos, toda essas ações fazem parte de um programa de excelência mais amplo dentro da empresa, o Imerys Industrial Improvement. “Observamos que atuando em algumas variáveis de processo e equipamentos, poderíamos melhorar a performance de produção, então montamos grupos de melhoria contínua para estudarmos cada fase do processo de forma detalhada, a fim de localizar os gaps e oportunidades para implantação de mudanças. Os resultados vieram rápido e foram percebidos com o aumento da produtividade e consequentemente com a redução do tempo de operação para completar demanda de produção”, afirma Adenilton Sampaio, supervisor de Processo da Imerys.

O supervisor destaca a área de Filtragem como uma das que mais cresceram em termos de produtividade. Antes, a área operava em torno de oito toneladas por hora de minério por equipamento e, atualmente, vem atingindo patamares de 14 toneladas por hora, praticamente dobrando sua performance. O setor tem papel fundamental no aumento da concentração de sólidos ao retirar o máximo de água da polpa de caulim.

Outra área impactada positivamente é a da Dispersão de Minérios, que aumentou a capacidade de produção dos blungers. A partir das melhorias operacionais, a produtividade de cada equipamento passou de 80 toneladas/hora para 110 toneladas/hora sem perder a qualidade do produto.

Além da redução no consumo de energia e aumento da produtividade, a mineradora está fazendo o levantamento dos ganhos financeiros em manutenção. “A manutenção é dada por hora e a partir da quantidade de horas trabalhadas tem que se trocar um rolamento, peça ou revestimento do equipamento. Como nossa produtividade está maior, isso influencia no planejamento de manutenção. O levantamento está sendo realizado e acreditamos que podemos alcançar resultados ainda melhores com a manutenção”, diz Juliano Lima, gerente de Mina da Imerys.

O gestor ressalta que a otimização de custos é foco em qualquer empresa e que o processo contínuo de melhorias é fundamental para que corporações se mantenham competitivas no mercado. “Para nós, isso tem sido um norte. Tanto que só na mina PPSA, temos 14 projetos de melhorias em andamento. A expectativa é de que, cada vez mais, possamos amadurecer esses processos, dobrando a quantidade de projetos de melhorias até o ano que vem”, prevê.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Participe do I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral

15 de outubro de 2018

Estão abertas as inscrições para o I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral. O evento, promovido pela Agência Nacional de Mineração (ANM),…

LEIA MAIS

Minério mantém alta

5 de dezembro de 2017

Em sua quinta alta consecutiva, o minério de ferro atingiu o maior valor desde 14 de setembro no mercado à…

LEIA MAIS

Alcoa comemora 9 anos ajudando a transformar a vida das pessoas em Juruti

24 de setembro de 2018

Desde a chegada em Juruti, a empresa já investiu mais de R$ 9,5 milhões em iniciativas voluntárias em comunidades e…

LEIA MAIS