NOTÍCIAS

Programa de melhorias eleva produtividade e reduz custos operacionais

15 de outubro de 2018

Engajamento dos colaboradores, aumento da produtividade e otimização de custos. Esses são os diferenciais que a Imerys, detentora da maior operação de caulim no mundo, vem percebendo após a implantação de um programa de melhorias na unidade do Pará. Na mina PPSA, localizada no município de Ipixuna do Pará, a empresa conseguiu reduzir o consumo de energia em 13% em relação ao ano anterior e no último trimestre conquistou 27% de ganhos em comparação ao mesmo período do ano passado.

Os resultados são frutos de um trabalho que envolveu alta gestão e operadores com intuito de melhorar os indicadores de Eficiência de Equipamentos, toda essas ações fazem parte de um programa de excelência mais amplo dentro da empresa, o Imerys Industrial Improvement. “Observamos que atuando em algumas variáveis de processo e equipamentos, poderíamos melhorar a performance de produção, então montamos grupos de melhoria contínua para estudarmos cada fase do processo de forma detalhada, a fim de localizar os gaps e oportunidades para implantação de mudanças. Os resultados vieram rápido e foram percebidos com o aumento da produtividade e consequentemente com a redução do tempo de operação para completar demanda de produção”, afirma Adenilton Sampaio, supervisor de Processo da Imerys.

O supervisor destaca a área de Filtragem como uma das que mais cresceram em termos de produtividade. Antes, a área operava em torno de oito toneladas por hora de minério por equipamento e, atualmente, vem atingindo patamares de 14 toneladas por hora, praticamente dobrando sua performance. O setor tem papel fundamental no aumento da concentração de sólidos ao retirar o máximo de água da polpa de caulim.

Outra área impactada positivamente é a da Dispersão de Minérios, que aumentou a capacidade de produção dos blungers. A partir das melhorias operacionais, a produtividade de cada equipamento passou de 80 toneladas/hora para 110 toneladas/hora sem perder a qualidade do produto.

Além da redução no consumo de energia e aumento da produtividade, a mineradora está fazendo o levantamento dos ganhos financeiros em manutenção. “A manutenção é dada por hora e a partir da quantidade de horas trabalhadas tem que se trocar um rolamento, peça ou revestimento do equipamento. Como nossa produtividade está maior, isso influencia no planejamento de manutenção. O levantamento está sendo realizado e acreditamos que podemos alcançar resultados ainda melhores com a manutenção”, diz Juliano Lima, gerente de Mina da Imerys.

O gestor ressalta que a otimização de custos é foco em qualquer empresa e que o processo contínuo de melhorias é fundamental para que corporações se mantenham competitivas no mercado. “Para nós, isso tem sido um norte. Tanto que só na mina PPSA, temos 14 projetos de melhorias em andamento. A expectativa é de que, cada vez mais, possamos amadurecer esses processos, dobrando a quantidade de projetos de melhorias até o ano que vem”, prevê.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Inscrições abertas para submissão de trabalhos na Minexcellence 2019

10 de setembro de 2018

O 4º Seminário Internacional de Excelência Operacional em Mineração (Minexcellence 2019) será realizado em Santiago, no Chile, entre os dias…

LEIA MAIS

CBPM e IBRAM firmam parceria para organização de eventos com empresários da mineração baiana

28 de janeiro de 2020

O CBPM Convida, evento mensal promovido pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), recebeu um reforço de peso para as próximas…

LEIA MAIS

Alcoa apoia desenvolvimento em Inglês para alunos do Senai Juruti

10 de dezembro de 2018

Estudantes do Programa de Formação de Operadores e Operadoras (PFO) e de cursos técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial…

LEIA MAIS