NOTÍCIAS

Projeto desenvolvido em Alumínio incentiva crianças e jovens a se engajarem em suas comunidades

5 de setembro de 2017

A iniciativa está sendo desenvolvida em parceria com o Instituto Votorantim e a Secretaria de Educação, com apoio do Programa Votorantim pela Educação

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), em parceria com o Instituto Votorantim e a Secretaria de Educação, promove o “Desafio Criativos Escola” em Alumínio. A iniciativa conta com apoio do Programa Votorantim pela Educação (PVE) e tem como objetivo encorajar crianças e jovens a transformarem suas realidades. Os interessados que estiverem cursando Ensino Fundamental e Ensino Médio, têm até o dia 1 de outubro para se inscreverem no site http://criativosdaescola.com.br/.
 
Criado na Índia, o “Desafio Criativos da Escola” faz parte do movimento global Design for Change e, no Brasil, o projeto nasceu da iniciativa do Instituto Alana, que tem selecionado, desde 2015, os melhores projetos de jovens que estão empenhados em desenvolver e mudar suas comunidades, com dinamismo e perseverança. O “Desafio Criativos da Escola” está presente em 45 países e já mobilizou mais de 2,2 milhões de estudantes ao redor do mundo.
 
Os trabalhos serão avaliados pelo potencial de transformação social das ações e o quanto eles contribuem para o desenvolvimento da empatia, colaboração, criatividade e protagonismo.
 
De acordo com Alan Ferreira da Costa, consultor de Comunicação e Responsabilidade Social da CBA, a empresa acredita que a educação é a base para a transformação do município. “Os jovens hoje têm energia e uma vontade de mudança, e o “Desafio Criativos da Escola” vem para incentiva-los a desenvolver ações para mudar a realidade de suas comuniades”, afirma Costa.
 
Como funciona o “Desafio Criativos da Escola”
 
Todos os estudantes da rede pública, organizações não-governamentais, coletivos, movimentos, associações comunitárias do país podem participar do “Desafio Criativos da Escola”.
 
Os estudantes que participam do PVE têm automaticamente seus projetos inscritos em uma premiação exclusiva para todos os municípios que contemplam o PVE. Já os demais, devem acessar o site do projeto e inscreverem seus trabalhos, que devem ter ao menos um educador orientando.
 
Os onze melhores projetos concorrem a uma viagem ao Rio de Janeiro de até quatro dias. Lá, os vencedores participam de oficinas e atividades culturais, além do evento de celebração.
 
Estes trabalhos concorrerão em duas categorias: Destaque Municipal PVE, que premiará um projeto por município, dentre os 53 municípios participantes, com R$ 500 para o educador responsável pelo projeto investir em um curso livre, e R$ 1.500 para a escola celebrar a conquista com os demais integrantes da equipe e/ou investir no aprimoramento do projeto. Já na categoria Destaque PVE, a equipe autora do projeto selecionado ganha a viagem para o Rio de Janeiro e participará do encontro nacional do Desafio Criativos da Escola.
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Royalty: mineradoras recolhem mais CFEM em 2018

5 de abril de 2018

A arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), considerada o royalty da mineração, totalizou R$ 211 milhões no mês…

LEIA MAIS

Venda interna de aço cresce 2,3% em 2017

23 de janeiro de 2018

As vendas internas cresceram 2,3% em 2017 e atingiram 16,9 milhões de toneladas, de acordo com dados do Instituto Aço…

LEIA MAIS

Projeto de terras-raras vai produzir 5 mil toneladas por ano em Goiás

13 de novembro de 2017

A Mineração Serra Verde (MSV) trabalha para produzir anualmente 5 mil toneladas de concentrado de terras-raras no projeto que possui…

LEIA MAIS