NOTÍCIAS

Projeto desenvolvido pela Companhia Brasileira de Alumínio é um dos vencedores do Prêmio REI 2017

22 de junho de 2017

Empresa foi vencedora na categoria “Insumos” com o case “Uso de alumínio de alta resistência em sistemas de absorção de impacto em veículos de passeio”rn

Em premiação realizada no dia 13/6, o case “Uso de alumínio de alta resistência em sistemas de absorção de impacto em veículos de passeio” da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) foi o vencedor da categoria “Insumos” no Prêmio REI 2017. Idealizado pela revista Automotive Business, o prêmio tem como objetivo reconhecer a excelência e inovação no setor automotivo.

Só agora o Brasil começa a incentivar aaluminização na indústria automobilística, 10 anos depois que Europa e Estados Unidos. Nestas regiões, o uso de alumínio no mercado automotivo já é uma tendência. Com a necessidade de redução de peso, em uma média de cinco anos, o alumínio vem aumentando cerca de 8% a 37% sua participação na indústria automobilística.

O case vencedor antecipa a tendência de aluminização em veículos de passeio. Após intenso trabalho de pesquisa e desenvolvimento e investimentos em tecnologias de simulações estruturais estativas e dinâmicas, a CBA ampliou seu portfólio com ligas de alta resistência, originalmente utilizadas na indústria aeronáutica e até então somente disponíveis em outras regiões do mundo, com soluções de co-design e co-engenharia em sistemas de crash management para a cadeia.

Em comparação ao aço, seu maior concorrente, o alumínio tem maior flexibilidade geométrica, com menos complexidade. Além disso, a sua capacidade de absorção de energia e menor densidade contribuem para a segurança e atende à crescente demanda por redução e emissões de poluentes.

“Essa conquista é um importante reconhecimento de que o alumínio tem ganhado cada vez mais espaço na indústria automotiva, que, até então, tinha o aço e o plástico como insumos preferenciais. Além disso, posiciona a CBA como provedora de soluções em alumínio de alta resistência em sistemas de absorção de impacto em veículos de passeio”, declara Fernando Varella, diretor do Negócio Transformados da CBA.

Prêmio REI

O Prêmio REI é um reconhecimento a empresas e profissionais pela excelência e inovação na indústria automobilística, realizado pela Automotive Business – Empresa de comunicação especializada na indústria automobilística e segmentos relacionados.

Categoria Insumos

O prêmio é dirigido a iniciativas destacadas no campo de fornecimento de materiais voltados à produção na indústria automobilística, incluindo aço, alumínio e outros metais, compósitos, vidro, borracha, plástico e tintas.

Sobre a CBA

Fundada em 1955, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) é a mais tradicional e a primeira indústria nacional fabricante de alumínio do País. A Companhia, pertencente ao portfólio de negócios da Votorantim S.A, é também a única da América Latina a atuar com operação totalmente integrada, realizando desde o processamento de bauxita até a produção de alumínio primário (lingotes, tarugos, vergalhões e placas) e de transformados (chapas, bobinas, folhas e perfis). Com sede localizada na cidade de Alumínio (SP), onde ocupa 700 mil m² de área construída, a CBA também possui três plantas de mineração de bauxita, instaladas nos municípios de Miraí, Itamarati de Minas e Poços de Caldas, em Minas Gerais, além de uma empresa de reciclagem de alumínio, na cidade de Araçariguama (SP). A atuação da CBA está voltada, principalmente, para prover soluções e serviços para a indústria brasileira com foco nos setores de embalagens e transportes; bem como para os mercados de bens de consumo, energia e construção civil através de parceiros estratégicos. Com a reestruturação organizacional realizada em julho de 2016, a gestão das operações do Níquel passou a ser responsabilidade da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA).

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



MINÉRIO DE FERRO: Preço tem leve alta no mercado futuro

1 de novembro de 2017

O contrato mais negociado no mercado futuro de minério de ferro, na China, com vencimento em janeiro de 2018, passou de 428 para 429,5 iuanes, ou US$ 65,09 a tonelada, de acordo com o câmbio.

LEIA MAIS

Anglo American divulga resultados de produção do terceiro trimestre

24 de outubro de 2017

A Anglo American reportou um aumento de 6% na produção total em base equivalente de cobre, em comparação com o mesmo período em 2016.

LEIA MAIS

Royalty: mineradoras recolhem mais CFEM em 2018

5 de abril de 2018

A arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), considerada o royalty da mineração, totalizou R$ 211 milhões no mês…

LEIA MAIS