NOTÍCIAS

Projeto Minas-Rio custará R$ 32 bilhões

8 de março de 2013

rnO detalhamento de um dos maiores projetos de mineração que estão sendo executados no Brasil, o Minas-Rio, foi o tema da palestra do presidente da Anglo American no Brasil, Paulo Castellari, na edição de mar&ccedil

rn

O detalhamento de um dos maiores projetos de mineração que estão sendo executados no Brasil, o Minas-Rio, foi o tema da palestra do presidente da Anglo American no Brasil, Paulo Castellari, na edição de março do Conexão Empresarial. 
 
O Minas-Rio, desenvolvido pela empresa desde 2010, consumirá R$ 32 bilhões em investimentos, passará por 32 municípios mineiros e fluminenses e gerará 21,5 mil empregos diretos e indiretos. 
 
“As operações do Minas-Rio estão previstas para serem iniciadas no fim de 2014”, anunciou Castellari para uma plateia de empresários e executivos presentes ao Conexão Empresarial, evento promovido pela VB Comunicação e Editora, no Espaço V, em Nova Lima (BH), com patrocínio da Anglo American e de outras empresas.
 
Mineroduto
O projeto Minas-Rio ligará os dois estados por meio de um mineroduto com 525 km de extensão, para transportar o minério de ferro extraído em Conceição do Mato Dentro, na região Central de Minas, para São João da Barra, no litoral fluminense. 
 
Inicialmente, serão produzidas 26 milhões de toneladas de minério de ferro, mas a capacidade total do projeto é de, em uma segunda etapa, chegar a 60 milhões e, em uma terceira, a 90 milhões de toneladas. 
 
“Mas a segunda e terceira etapas ainda serão objetos de estudo de pré-viabilidade”, disse o presidente da Anglo American. Castellari informou que dois terços do mineroduto já estão instalados e enterrados e metade do trabalho no porto também já está concluída. A previsão da empresa é de que a operação do projeto Minas-Rio dure aproximadamente 50 anos. 
 
Mas, o grande desafio da Anglo American para este ano, segundo Paulo Castellari, é a escassez de mão de obra qualificada no mercado nacional, para atuar nas mais de 150 frentes de trabalho. 
 
O treinamento de profissionais é a principal ferramenta utilizada pela companhia, já que até o fim do ano, serão efetuadas mais de 700 contratações.

rn

 

rn

 

rn

 

Fonte: Clica Brasília

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Brasil inaugura 1º hub de inovação para a indústria mineral

21 de janeiro de 2019

Inovação na prática, ao vivo, voltada exclusivamente para a indústria da mineração. É o que os participantes do Hub da…

LEIA MAIS

AngloGold Ashanti aprimora frota de subsolo

14 de janeiro de 2019

Dois novos jumbos, com investimento de R$ 10 milhões, foram adquiridos para operações de Minas Gerais Cerca de R$ 10…

LEIA MAIS

Mineração Usiminas adota nova tecnologia para dispor rejeitos

26 de junho de 2018

A Mineração Usiminas (Musa) protocolou na Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Supram) o pedido de licenciamento ambiental…

LEIA MAIS