NOTÍCIAS

Projeto Serra Azul pode aumentar investimento da Vale para US$ 54,5 Bi

10 de abril de 2012

rnProblemas com a obtenção das licenças ambientais adiou o projeto de 90 milhões de toneladas de minério de ferro no Pará.rnAs dúvidas sobre o ritmo de crescimento da China não mudaram os p

rn

Problemas com a obtenção das licenças ambientais adiou o projeto de 90 milhões de toneladas de minério de ferro no Pará.

rn

As dúvidas sobre o ritmo de crescimento da China não mudaram os planos de expansão da Vale. Até junho, a mineradora espera obter o aval do Conselho de Administração para tirar do papel o projeto Serra Sul, no Pará, orçado em US$ 19,5 bilhões. Se aprovado, o investimento da Vale programado para os próximos quatro anos sobe para um total de US$ 54,5 bilhões.  

rn

“Em um ‘chute’ só, vamos adicionar mais de 90 milhões de toneladas (à nossa capacidade de produção)”, afirmou o presidente da Vale, Murilo Ferreira, ao lembrar que a companhia levou 16 anos para conseguir ampliar a produção na região para cerca de 100 milhões de toneladas.  

rn

Maior projeto da Vale e da indústria de minério de ferro, o Serra Sul era previsto inicialmente para entrar em operação no segundo semestre de 2014. Mas, desde o fim do ano passado, a companhia já trabalha com um novo cronograma para o empreendimento: o segundo semestre de 2016. O atraso teve como pano de fundo dificuldades na obtenção do licenciamento ambiental.  

rn

Em palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro, o executivo descartou uma desaceleração no ritmo de crescimento da China. “A demanda por minério na China cresceu 6% no primeiro trimestre, quando todos achavam que viria  abaixo. Essa é a China que nos surpreende a cada dia”, afirmou. E completou: “Não estamos preocupados com o que acontece neste trimestre, no semestre e nem no ano seguinte.” 

rn

O dinamismo da gigante asiática, lembrou, é que vem sustentando os ambiciosos planos de expansão da mineradora. Sozinha, a China respondeu  por 32% da receita da companhia no ano passado. Por importar mais de 60% do minério de ferro que consome, Ferreira acredita que a China está cada dia mais dependente do insumo produzido no Brasil e na Austrália.  

rn

Um cenário que reforça os planos de expansão da companhia e exige estratégias para minimizar a desvantagem geográfica frente aos concorrentes australianos. Uma delas é construir centros de distribuições no Oriente Médio e no Sudeste Asiático. Segundo ele, o importante é pensar na demanda por insumos básicos no longo prazo. “Não posso estar preocupado com a visão do jornal de amanhã. Temos que estar preparados para produzir os produtos que a China, o Japão e a Coreia vão precisar no futuro”, disse.  

rn

Potássio e fosfato. Em sua palestra, o presidente reafirmou o interesse da mineradora em se tornar uma das quatro maiores produtoras de potássio e fosfato. A estratégia tem como pano de fundo atender o crescimento da demanda chinesa, que lidera o ranking de consumidores de fertilizantes no mundo. “Estamos fazendo grande esforço para ficarmos entre os quatro maiores produtores de potássio e fosfato, através dos projeto de carnalita, em Sergipe, e Rio Colorado, na Argentina.”  

rn

Em fevereiro, depois de anos de negociação, a Vale conseguiu fechar com a Petrobras um contrato de arrendamento de 30 anos para explorar as reservas de carnalita, minério do qual se extrai o cloreto de potássio. Com o acerto, a mineradora consegue tirar do papel um megaprojeto de produção de fertilizantes, estimado em US$ 4 bilhões. 

rn

 

Fonte: Estadão

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Vale anuncia a venda dos seus ativos de nitrogenados e fosfatado em Cubatão à Yara

21 de novembro de 2017

A Vale informa que celebrou um acordo de compra de cotas com Yara International ASA, empresa listada na Bolsa de…

LEIA MAIS

Centro de Operações Integradas completa um ano de funcionamento

24 de setembro de 2018

A integração da cadeia de valor de Ferrosos, por meio do Centro de Operações Integradas (COI), é uma realidade na…

LEIA MAIS

Vale celebra recepção ao visitante 100 mil do Programa de Visitas Vale Conhecer ​

3 de dezembro de 2018

A Vale celebrou no dia 27 de novembro a recepção ao vi​sitante 100 mil, dentro do seu Programa de Visitas Vale…

LEIA MAIS