NOTÍCIAS

Prumo vai movimentar bauxita em terminal no Rio de Janeiro

27 de julho de 2015

A Prumo Logística informou, na semana passada, que assinou um contrato com a Votorantim Metais para a movimentação de bauxita e de coque no Terminal Multicargas (TMULT) do Porto do Açu.rnO contrato com prazo de 3 anos, tem

A Prumo Logística informou, na semana passada, que assinou um contrato com a Votorantim Metais para a movimentação de bauxita e de coque no Terminal Multicargas (TMULT) do Porto do Açu.

rn

O contrato com prazo de 3 anos, tem a primeira operação prevista para agosto deste ano e marca o início da operação do TMULT, primeiro terminal próprio da Prumo no Porto do Açu.

rn

Segundo o fato relevante, o acordo prevê a movimentação de 300 mil toneladas por ano de bauxita e de coque. A bauxita a ser exportada vem das minas da Votorantim Metais em Minas Gerais e o coque importado para abastecimento das unidades industriais. A bauxita é produzida em Poços de Caldas, Itamarati de Minas e Miraí, em Minas Gerais.

rn

“A assinatura deste contrato marca a entrada em operação deste terminal, realçando a competitividade das empresas que estão instaladas no Complexo Industrial”, diz o comunicado assinado por Eugenio Figueiredo, diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Prumo.

rn

A Prumo surgiu do braço portuário do grupo EBX, de Eike Batista, onde tinha o nome LLX, empresa que iniciou a construção do complexo portuário de Açu, no Rio de Janeiro, em 2007.

rn

Segundo estudos do Banco Mundial, apesar de o alumínio estar com preços em queda desde 2009, quando atingiu a máxima de US$ 3.000 a tonelada, a bauxita apresentou uma tendência positiva e teria ultrapassado, em 2013, o chamado preço de incentivo ao investimento.

rn

Além disso, a bauxita tem aplicação na indústria de petróleo e gás, sendo usada nas misturas que servem para estilar os poços. No caso de gás produzido a partir da fratura hidráulica (fracking), o mercado para o propante de bauxita está em ascensão. O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de bauxita, atrás da China e da Austrália, e detém a terceira maior reserva, segundo dados de 2014 do serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

rn

Clique aqui e acesse a matéria na íntegra.

rn

 

rn

 

 

Fonte: Notícias de Mineração Brasil

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Vale anuncia a venda dos seus ativos de nitrogenados e fosfatado em Cubatão à Yara

21 de novembro de 2017

A Vale informa que celebrou um acordo de compra de cotas com Yara International ASA, empresa listada na Bolsa de…

LEIA MAIS

Redes e Imerys capacitam fornecedores em projetos sociais

8 de outubro de 2018

Com o objetivo de fomentar a capacitação de fornecedores locais, as indústrias paraenses têm buscado, cada vez mais, a parceria…

LEIA MAIS

Samarco: os três anos do rompimento de Fundão

5 de novembro de 2018

O rompimento da barragem de Fundão completa 3 anos. Uma realidade que faz parte da jornada da Samarco. O dia…

LEIA MAIS