NOTÍCIAS

Riqueza, proteção, reserva de valor: as muitas faces do ouro

24 de julho de 2012

rnSímbolo de riqueza, o ouro é um metal nobre, raro e valioso, que tem diversas aplicações industriais. Como investimento, tem perfil defensivo, pois é mais lembrado em períodos de grandes crises e

rn

Símbolo de riqueza, o ouro é um metal nobre, raro e valioso, que tem diversas aplicações industriais. Como investimento, tem perfil defensivo, pois é mais lembrado em períodos de grandes crises e utilizado para proteger a carteira de investimentos contra a depreciação de outros ativos. Vamos entender um pouquinho sobre esse vasto e complexo mercado.

rn

 

rn

A demanda

rn

Conforme dados do World Gold Council, em 2010 a demanda de ouro foi da ordem de 3.812,2 toneladas, atingindo um valor estimado em US$ 150 bi. O principal mercado consumidor é a joalheria, com 2.059,6 toneladas, fruto do crescimento da demanda de indústrias de joias da Índia e China. Juntas, possuem 51% da demanda mundial de joias, barras e moedas.

rn

O setor de investimentos demandou 1.333,1 toneladas. Em períodos de conflitos, guerras, crises econômicas, instabilidade política, cresce a percepção do ouro como um porto seguro, cujo valor não se deprecia como ocorre com as moedas. E aumenta a procura desse ativo para compor as carteiras de investimento, seja com uma estratégia de proteção, seja para especular no potencial aumento de preço do metal.

rn

 

rn

A oferta

rn

Dados preliminares do GFMS (Gold Fields Mineral Services) indicam que a produção mundial de ouro em 2010 foi da ordem de 2.652 toneladas. Atualmente, a China é o maior produtor de ouro do mundo com 345 toneladas. A Austrália é o segundo maior produtor de ouro do mundo, com uma produção de 255 toneladas de ouro em 2010.

rn

A produção de ouro dos EUA se estabilizou em cerca de 230 toneladas por ano. A produção de ouro na África do Sul, quarto produtor em 2010, diminuiu 80% em 40 anos. Interessante comentar que a produção da China de 2010 equivale a apenas 1/3 da produção da África do Sul nos anos 60. A Rússia mantém sua produção de ouro estável, produzindo 190 toneladas de ouro por ano.

rn

 

rn

O preço

rn

No Brasil, a cotação do grama do ouro em reais é calculada com base em duas variáveis: o preço da onça (31,1 gramas) em dólares, cotada nas Bolsas de Londres e de Nova York, e o preço do dólar norte-americano, pela cotação do dólar flutuante, aqui no Brasil.

rn

Em 2011 e no primeiro semestre de 2012, a cotação apresentou valorização bem acima da variação da taxa de juros de mercado e chamou a atenção de alguns investidores. Entretanto, segundo a Economatica, no período acumulado de 18 anos pós Plano Real, o ganho nominal bruto do ouro foi de 774%, contra 723% (líquido) da poupança. Se você quer entrar nesse mercado de gigantes e aceita os riscos desse mercado, saiba como é possível investir em ouro no Brasil.

rn

 

rn

BM&FBOVESPA

rn

Você pode comprar contratos de ouro à vista, sendo que a negociação mínima é de um contrato que pode ser o lote-padrão de 250g ou os contratos fracionários de 10 g e de 0,225 g, com preços mais acessíveis, mas menor liquidez.

rn

As negociações de ouro na BM&F são feitas por intermédio de uma corretora de valores, a mesma que você utiliza para comprar e vender ações. Os volumes negociados são transferidos automaticamente para a custódia de instituições credenciadas, procedimento que garante a origem e o teor de pureza do metal negociado.

rn

Os custos são semelhantes aos praticados no mercado de ações: corretagem, emolumentos e custódia. Consulte sua corretora para saber se ela opera nesse mercado e quais são os custos de transação.

rn

Não é recomendável retirar fisicamente o ouro negociado em Bolsa. Os contratos têm um teor mínimo de pureza e, uma vez retirado, exigirá novo processo de análise para voltar a ser operado nesse ambiente.

rn

 

rn

Barra de ouro

rn

O ouro físico, em barras, pode ser comprado diretamente em instituições, financeiras ou não, que comercializam o metal no país, sem limite mínimo de quantidade. Para adquirir o produto é preciso realizar um cadastro e apresentar os documentos exigidos (RG, CPF, comprovante de residência e, para compras acima de R$ 10 mil, comprovante de renda). O metal pode ser retirado ou enviado pelo correio, no caso de aquisições de valores abaixo de R$ 10 mil.

rn

Pense bem antes de optar pela retirada e guarda do metal em casa. Você reduz alguns custos, a princípio, mas, além de correr o risco de perda ou roubo, terá custos adicionais quando vender as barras de ouro. Como elas estão fora de ambiente oficial e seguro de custódia, terão de passar por um procedimento de reavaliação do teor de pureza para determinar seu valor e voltar ao mercado.

rn

Fique atento: a diferença entre o valor de compra e venda (“spread”) dos contratos negociados em Bolsa é muito menor quando comparado com os preços praticados no mercado de ouro físico. Além disso, a liquidez é maior nos contratos de ouro que não exigem reavaliação do metal toda vez que você quiser fazer uma operação.

rn

 

rn

Isenção de IR

rn

O ganho de capital apurado nas operações de contratos de ouro negociados em Bolsa é isento da incidência do Imposto de Renda. A isenção tributária é válida somente para pessoas físicas nas operações cujo valor de venda não tenha sido superior a R$ 20 mil a cada mês.

rn

A regra se aplica somente nas operações de ouro “ativo financeiro”, que são os contratos negociados em Bolsa. Não é válida na venda de barra de ouro físico, considerada “mercadoria”.

rn

 

Fonte: Folha.com

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Exportação de pelotas aumenta 14,2% de janeiro a setembro

23 de novembro de 2017

Foram exportadas 22,5 milhões de toneladas de pelotas nos nove meses deste ano A exportação de pelotas, feita pela Vale,…

LEIA MAIS

Instituto Tecnológico Vale abre inscrições para nova turma de Mestrado

22 de outubro de 2018

Instituto Tecnológico Vale (ITV), em Minas Gerais, acaba de abrir as inscrições para o processo seletivo 2019 do Mestrado Profissional…

LEIA MAIS

Cazaquistão recebe este ano o World Mining Congress

16 de abril de 2018

Com uma gama diversificada de commodities minerais, o Cazaquistão é o maior produtor mundial de urânio, o segundo maior de cromita e…

LEIA MAIS