NOTÍCIAS

Secretário de Mineração, Alexandre Vidigal, anuncia plano de ação para mineração

28 de janeiro de 2020

“A mineração é um produto muito bom. Não é propaganda enganosa”. As frases são do Secretário de Geologia, Mineração e Transformação do Ministério de Minas e Energia (MME), Alexandre Vidigal de Oliveira, durante reunião em Brasília (DF) com empresários da mineração, no escritório do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), na última 4ª. Feira (22). A declaração foi feita quando ele abordava a necessidade de a sociedade conhecer melhor a mineração brasileira e os benefícios socioeconômicos que ela proporciona a toda a população.

Vidigal anunciou que o MME vai lançar em breve o Plano de Ação e Metas, com políticas públicas específicas para a indústria da mineração, e disse que esse documento detalhará medidas positivas para o setor.

A depender do MME, disse, a mineração será estimulada no Brasil por ser estratégica para o desenvolvimento e crescimento do país. Este é um compromisso do governo federal, informou. “Se temos no Brasil um Ministério de Minas, então é para fazermos mineração”, disse. O MME, segundo ele, tem que ser um facilitador dessa atividade por meio de ações, como políticas públicas, casando os interesses da União, das empresas e da sociedade em geral.

O presidente do Conselho Diretor do IBRAM, Wilson Brumer, considerou o encontro “muito produtivo” para expor posicionamentos da indústria da mineração sobre o cenário atual e, também, conhecer os planos do MME para o setor.

Flávio Penido, diretor-presidente do Instituto, participou da reunião e ressaltou a importância de o secretário e o titular do MME, Bento Albuquerque, terem aberto agendas de trabalho específicas para tratar do tema mineração com vários públicos de interesse, entre eles, os executivos e dirigentes das mineradoras. “Neste primeiro ano, em que estão à frente da Secretaria e do Ministério, foi muito importante o posicionamento e as manifestações públicas da equipe de governo em prol do desenvolvimento da mineração brasileira”, afirmou Flávio Penido.

IBRAM expande Conselho Diretor e apresenta novos integrantes

Neste dia 22 o IBRAM reuniu seu Conselho Diretor em Brasília e foi dado o primeiro passo para cumprir o que havia sido decidido anteriormente, ou seja, ampliar o número de empresas de mineração representadas naquele colegiado. Assim, passaram a integrar o Conselho do IBRAM executivos das empresas Mineração Taboca, ArcelorMittal e Vanádio de Maracás. Com isso, o colegiado passa de 17 para 20 integrantes.

“A proposta é aumentar a representatividade do setor na instância máxima de decisão do IBRAM. Dessa forma, mais empresas passam a opinar e a participar da gestão do Instituto e assim temos ainda mais condições de tratar de temas que envolvem a mineração como um todo, bem como os específicos de cada tipologia mineral”, disse Wilson Brumer, presidente do Conselho.

Na mesma reunião, foram apresentados formalmente o novo diretor de Assuntos Ambientais, Julio Cesar Nery Ferreira, e o gerente executivo do IBRAM Amazônia, Anderson Luís Ferraz Santos.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Julio Nery é nomeado diretor de Sustentabilidade e Assuntos Regulatórios do IBRAM

28 de janeiro de 2020

O Conselho Diretor do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) aprovou a nomeação de Julio Cesar Nery Ferreira para assumir cargo de diretor…

LEIA MAIS

CBMINA: submissão de trabalhos pode ser feita até 13 de abril

5 de abril de 2018

Para reforçar a importância de mão de obra qualificada e garantir o crescimento responsável da atividade minerária no País, o…

LEIA MAIS

Alcoa apoia desenvolvimento em Inglês para alunos do Senai Juruti

10 de dezembro de 2018

Estudantes do Programa de Formação de Operadores e Operadoras (PFO) e de cursos técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial…

LEIA MAIS