NOTÍCIAS

Secretário de Mineração, Alexandre Vidigal, anuncia plano de ação para mineração

28 de janeiro de 2020

“A mineração é um produto muito bom. Não é propaganda enganosa”. As frases são do Secretário de Geologia, Mineração e Transformação do Ministério de Minas e Energia (MME), Alexandre Vidigal de Oliveira, durante reunião em Brasília (DF) com empresários da mineração, no escritório do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), na última 4ª. Feira (22). A declaração foi feita quando ele abordava a necessidade de a sociedade conhecer melhor a mineração brasileira e os benefícios socioeconômicos que ela proporciona a toda a população.

Vidigal anunciou que o MME vai lançar em breve o Plano de Ação e Metas, com políticas públicas específicas para a indústria da mineração, e disse que esse documento detalhará medidas positivas para o setor.

A depender do MME, disse, a mineração será estimulada no Brasil por ser estratégica para o desenvolvimento e crescimento do país. Este é um compromisso do governo federal, informou. “Se temos no Brasil um Ministério de Minas, então é para fazermos mineração”, disse. O MME, segundo ele, tem que ser um facilitador dessa atividade por meio de ações, como políticas públicas, casando os interesses da União, das empresas e da sociedade em geral.

O presidente do Conselho Diretor do IBRAM, Wilson Brumer, considerou o encontro “muito produtivo” para expor posicionamentos da indústria da mineração sobre o cenário atual e, também, conhecer os planos do MME para o setor.

Flávio Penido, diretor-presidente do Instituto, participou da reunião e ressaltou a importância de o secretário e o titular do MME, Bento Albuquerque, terem aberto agendas de trabalho específicas para tratar do tema mineração com vários públicos de interesse, entre eles, os executivos e dirigentes das mineradoras. “Neste primeiro ano, em que estão à frente da Secretaria e do Ministério, foi muito importante o posicionamento e as manifestações públicas da equipe de governo em prol do desenvolvimento da mineração brasileira”, afirmou Flávio Penido.

IBRAM expande Conselho Diretor e apresenta novos integrantes

Neste dia 22 o IBRAM reuniu seu Conselho Diretor em Brasília e foi dado o primeiro passo para cumprir o que havia sido decidido anteriormente, ou seja, ampliar o número de empresas de mineração representadas naquele colegiado. Assim, passaram a integrar o Conselho do IBRAM executivos das empresas Mineração Taboca, ArcelorMittal e Vanádio de Maracás. Com isso, o colegiado passa de 17 para 20 integrantes.

“A proposta é aumentar a representatividade do setor na instância máxima de decisão do IBRAM. Dessa forma, mais empresas passam a opinar e a participar da gestão do Instituto e assim temos ainda mais condições de tratar de temas que envolvem a mineração como um todo, bem como os específicos de cada tipologia mineral”, disse Wilson Brumer, presidente do Conselho.

Na mesma reunião, foram apresentados formalmente o novo diretor de Assuntos Ambientais, Julio Cesar Nery Ferreira, e o gerente executivo do IBRAM Amazônia, Anderson Luís Ferraz Santos.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Anglo American divulga resultados de produção do terceiro trimestre

24 de outubro de 2017

A Anglo American reportou um aumento de 6% na produção total em base equivalente de cobre, em comparação com o mesmo período em 2016.

LEIA MAIS

Alunorte e UFPA assinam novo acordo para pesquisas de uso do resíduo de bauxita, dessa vez na produção de agregado sintético

13 de outubro de 2020

A Alunorte anuncia novo acordo com a Universidade Federal do Pará (UFPA) para pesquisa sobre o uso do resíduo da bauxita na…

LEIA MAIS

5 dicas para manutenção eficaz em mineradoras

3 de dezembro de 2018

Manter o maquinário em bom estado de funcionamento é um dos maiores desafios das mineradoras. Instalados em ambientes extremos e…

LEIA MAIS