NOTÍCIAS

Serra Verde é a primeira mineradora brasileira a obter o selo Safeguard Covid-19

27 de outubro de 2020

A Serra Verde Pesquisa e Mineração (SVPM), empresa que desenvolve um projeto de concentrado de terras raras em Minaçu, Goiás, tornou-se a primeira empresa brasileira no setor certificada com o selo Safeguard Covid-19, emitido pela Bureau Veritas, referência mundial em serviços de avaliação de conformidade e certificação em saúde e segurança. A instituição verifica todas as medidas preventivas necessárias como distanciamento social, intensificação da higiene, as condições de trabalho e conformidade com a legislação local, visando à abertura segura de empreendimentos em meio à nova realidade ocasionada pela pandemia.

Para reiniciar as atividades no local, após o recebimento da Licença de Instalação (LI), no fim do primeiro semestre, a SVPM concentrou seus esforços na adoção de rigorosos procedimentos de prevenção, com base nas melhores práticas nacionais e internacionais, seguindo as orientações dos órgãos de saúde. Só então, a empresa optou por começar a construção do empreendimento minerário, que pode se tornar o primeiro de classe mundial para produção desses minerais estratégicos no Brasil.

“Em primeiro lugar, cuidamos para que todos os esforços fossem adotados, no sentido de garantir a saúde dos nossos colaboradores e seus familiares, de modo que pudéssemos contribuir também com a sociedade, levando orientações para dentro e fora da companhia sobre os cuidados para evitar o contágio da Covid-19. Esta certificação, para nós, é fundamental e demonstra que estamos no caminho certo, zelando por aqueles que estão ao nosso redor”, diz Luciano Borges, vice-presidente executivo da SVPM.

Para Borges, o compromisso e o engajamento em todos os níveis da empresa têm colaborado para o sucesso nas ações. “Diante dos desafios impostos pela pandemia, procuramos construir um ambiente seguro para nossos colaboradores e a comunidade da qual fazemos parte, contando com o empenho das equipes no cumprimento das normas. Criamos procedimentos com base nas experiências bem-sucedidas e inovamos para exceder as medidas e protocolos de higiene, limpeza e cuidados pessoais”.

A empresa implantou um Comitê Interno de Monitoramento e Proteção à COVID-19, estabelecendo Protocolos de Segurança para seus funcionários, terceiros e parceiros em todas as áreas do empreendimento. As primeiras medidas foram a adequação do ambiente de trabalho, garantindo o distanciamento mínimo de 1,5 metro; medidas para evitar aglomerações; suspensão de eventos e treinamentos, por tempo indeterminado; disponibilização e obrigatoriedade no uso de itens de proteção como máscaras e álcool gel; constante testagem das equipes, acompanhamento médico adequado, entre outras.

Sobre a Mineração Serra Verde

A Mineração Serra Verde foi fundada em 2008, com o objetivo de desenvolver um projeto de concentrado de terras raras em nível de classe mundial a ser implantado no município de Minaçu, Estado de Goiás. As obras de construção do projeto iniciaram no segundo semestre de 2020 e irão gerar, na fase de construção, até 1,6 mil empregos diretos e de 4 a 5 mil indiretos. O início da operação deverá ocorrer entre o final de 2021 e o início de 2022, gerando cerca de 400 empregos diretos e até 1,5 mil indiretos, com vida útil estimada em 24 anos.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Produção de minério de ferro da BHP cai 4% no trimestre

20 de outubro de 2017

Os números levam em consideração o minério de ferro produzido pela BHP e em parcerias em joint ventures

LEIA MAIS

IBRAM renova liderança e defende protagonismo do setor

21 de janeiro de 2019

Com grande experiência nos setores público e privado, Jerson Kelman assume a presidência do IBRAM; presidente do Conselho, Luiz Eduardo…

LEIA MAIS

Produção da Vale bate recorde no trimestre

20 de outubro de 2017

O complexo atingiu recorde trimestral de 45 Mt no terceiro trimestre, ao produzir 8,5% a mais do que no segundo trimestre.

LEIA MAIS