NOTÍCIAS

Setor mineral brasileiro é destaque no cenário internacional

14 de setembro de 2015

Mesmo com a retração da atividade econômica da China, responsável pela compra de 52% do volume de exportações do minério de ferro brasileiro, as perspectivas para o segmento são otimistas. &ldquo

rn

Mesmo com a retração da atividade econômica da China, responsável pela compra de 52% do volume de exportações do minério de ferro brasileiro, as perspectivas para o segmento são otimistas. “A China necessita de nosso minério para o enriquecimento do que é produzido por eles para a melhora do insumo da sua produção siderúrgica”, afirma Cinthia de Paiva Rodrigues, Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento do Ibram. Especialistas apontam para um impacto não maior do que 5% por cento na balança de exportação mineral brasileira, com a diminuição do volume de compra dos chineses.

rn

Em contrapartida a esse cenário, a India desponta como um grande centro consumidor do minério de ferro do Brasil. A inclusão das classes de menor renda no consumo, fator verificado anteriormente no Brasil, faz com que aquele país possa se transformar em um dos maiores compradores de minério brasileiro nos próximos dez anos. Cinthia Rodrigues ressalta que embora essa possibilidade ainda esteja nos cenários previstos para a mineração, ela é real e animadora.

rn

Brasil em números

rn

As projeções para as exportações do minério de ferro brasileiro em 2015 tem números bastante alentadores para o setor. “Serão 345 milhões de toneladas exportadas até o final desse ano”, diz a gerente do Ibram. Se considerarmos a totalidade dos volumes exportados por toda a atividade minerária no país chegaremos a cifras superiores as 360 m/t.

rn

Das 1,2 bilhão de toneladas produzidas no Brasil quase 60% é consumida pelo mercado interno. Mercado que se mantém ativo, com o aumento de produção de cobre, manganês e calcário, além dos agregados da Construção Civil.

rn

A importância do setor

rn

“O Setor Mineral está presente na casa e na comida dos brasileiros. Para construir uma moradia precisamos de elementos como a brita, areia, cimento, ferro e alumínio, por exemplo. Já para termos comida na mesa, a agricultura precisa de fertilizantes, o que envolve nitrogênio, potássio, fósforo. O mundo precisa de alimento, moradia, estradas, escolas, hospitais, aeroportos. A mineração é uma cadeia”, afirma o Diretor-Presidente do Instituto Brasileiro de Mineração, José Fernando Coura.

rn

Para o diretor-presidente do IBRAM, a mineração no Brasil ainda tem espaço para crescer devido à riqueza geológica do País. “Para que a mineração tenha futuro é preciso um trinô-mio. O Brasil está na frente, pois possui sustentabilidade ambiental, competitividade e função social. Enquanto sem sustentabilidade não é possível evoluir, a competitividade envolve equipamentos modernos, menor consumo de energia e maior aproveitamento de recursos. Além desses pontos, a função social garante licença para operar. Eu acredito no futuro do Brasil”, completa.

rn

“O setor de mineração brasileiro tem destaque no cenário internacional e pode ter ainda mais. Nós somos um País que possui uma geologia favorável, uma infraestrutura razoável. A mineração está em processo de expansão e é importante lembrar que todo desenvolvimento da Indústria Mineral brasileira se dá com a tecnologia nacional. Temos potencial para contribuir com mais geração de emprego e renda. Na EXPOSIBRAM, queremos mostrar que o Brasil tem muitas condições, segurança, tecnologia e recursos humanos”, afirma o Diretor-Presidente.

rn

rn

rn

 

rn

 

 

Fonte: Hoje em Dia

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



BH recebe treinamento gratuito sobre segurança em máquinas e equipamentos

12 de novembro de 2018

Multinacional alemã líder mundial em sistemas de segurança para máquinas industriais, a Schmersal realiza o treinamento gratuito Segurança em Máquinas…

LEIA MAIS

IBRAM realiza pesquisa sobre o que o público gostaria de ver na EXPOSIBRAM 2020

28 de outubro de 2019

O que você gostaria de sugerir para a próxima edição da  Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (EXPOSIBRAM)? Considerada a…

LEIA MAIS

Venda interna de aço cresce 2,3% em 2017

23 de janeiro de 2018

As vendas internas cresceram 2,3% em 2017 e atingiram 16,9 milhões de toneladas, de acordo com dados do Instituto Aço…

LEIA MAIS