NOTÍCIAS

Setores de mineração e petróleo devem criar 400 mil vagas até 2015

17 de julho de 2012

rnPara qualificar mão de obra, empresas montam cursos e até pagam para o candidato estudar. Só o setor de mineração deve faturar, em 2012, R$ 10 bilhões a mais que no ano passado.rnOs setores de minera&ccedil

rn

Para qualificar mão de obra, empresas montam cursos e até pagam para o candidato estudar. Só o setor de mineração deve faturar, em 2012, R$ 10 bilhões a mais que no ano passado.

rn

Os setores de mineração, petróleo e gás devem gerar mais de 400 mil vagas de emprego até 2015. Para qualificar a mão de obra, as empresas montam cursos e até pagam para o candidato estudar.

rn

A situação é tão boa que só o setor de mineração deve faturar em 2012 R$ 10 bilhões a mais que no ano passado. Os estados que mais devem contratar são Pará, com previsão de 180 mil vagas abertas; Minas Gerais, com quase 54 mil oportunidades; Espírito Santo; Bahia e Maranhão.

rn

Dezenove escolas do Senai oferecem cursos na área de mineração. “Operador de mina, beneficiamento de minérios, mecânica de manutenção, instalação elétrica, tudo com foco na mineração. O salário pode chegar a R$ 5 mil”, explica Luciene Marzano, gerente do Centro de Formação Profissional do Senai.

rn

Em Belo Horizonte, a Vale, uma das maiores mineradoras do mundo, montou um curso para qualificar mão de obra. Nele, o aluno conhece equipamentos e aprende como funciona uma mina. O estudante ganha um salário mínimo durante os cinco meses de aula.

rn

Quando o curso termina, todos os alunos são contratados pela mineradora, que deve treinar até o fim do ano três mil pessoas no Brasil. O aprendiz é contratado por um ano e trabalha em uma das unidades da empresa em 14 estados. Setenta por cento deles são efetivados.
Já a área de petróleo e gás movimenta mais de R$ 440 milhões por ano e representa 12% do PIB nacional. Segundo a Organização Nacional da Indústria do Petróleo, nos próximos dez anos serão gerados 1,7 milhão de empregos no setor.

rn

As contratações devem se concentrar nas regiões Sudeste e Nordeste, onde estão as principais reservas de petróleo e investimentos em refinarias, respectivamente. O Rio de Janeiro concentra 80% da produção de petróleo no Brasil.

rn

As áreas que mais devem gerar vagas são: caldeiraria, soldagem, instrumentação, eletricidade, engenharia de planejamento, administração voltada para gestão de petróleo e gás e direito ambiental. As oportunidades são para todos os níveis: básico, técnico e superior.

rn

 

Fonte: Jornal Hoje – TV Globo

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Simpósio Brasileiro do Diamante desperta interesse internacional

1 de outubro de 2018

O 7º Simpósio Brasileiro de Geologia do Diamante, acontecerá em Salvador, na Bahia, e está atraindo palestrantes e representantes de…

LEIA MAIS

Apesar de queda da cotação do ferro, receita do Brasil deve ser estável

27 de novembro de 2018

Cotação internacional do minério de ferro recuou de mais de 8% A cotação da tonelada de minério de ferro caiu…

LEIA MAIS

Produção da Vale bate recorde no trimestre

20 de outubro de 2017

O complexo atingiu recorde trimestral de 45 Mt no terceiro trimestre, ao produzir 8,5% a mais do que no segundo trimestre.

LEIA MAIS