NOTÍCIAS

Sindirochas e Abirochas juntos no MME para discutir a CFEM

3 de dezembro de 2018

Os presidentes do Sindirochas, Tales Machado, e Abirochas, Reinaldo Sampaio, se reuniram com a Secretária de Geologia e Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (MME), com o Secretário-Adjunto da SGM/MME e outros representantes do órgão, na última quarta-feira (28 de novembro), na sede do ministério em Brasília.

O encontro aconteceu para discutir sobre a regulamentação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) voltada para o setor de rochas ornamentais afim de viabilizar melhores condições nessa arrecadação em função de uma distorção gerada pela Lei 13.540/2017 que alterou o regime da compensação.

Há 30 dias foi protocolada no MME uma proposta sobre o tema, que está sendo avaliada pelo órgão.

sindirochas

Hélio França (Advogado DPGM/SGM/MME), Alesson (Assessor ASPAR/MME), Maurycio José Andrade Correia (Secretário-Adjunto SGM/MME), Maria José Salum (Secretária SGM/MME), Reinaldo Sampaio (Presidente da Abirochas), Tales Machado (presidente do Sindirocahs) e Victor Athayde (Assessor Jurídico do Sindirochas), Frederico (Chefe de Gabinete SGM/MME) e Patrícia Pego (Coodenadora DPGM/MME) – crédito: divulgação

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



IBRAM realiza pesquisa sobre o que o público gostaria de ver na EXPOSIBRAM 2020

28 de outubro de 2019

O que você gostaria de sugerir para a próxima edição da  Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (EXPOSIBRAM)? Considerada a…

LEIA MAIS

IBRAM renova liderança e defende protagonismo do setor

21 de janeiro de 2019

Com grande experiência nos setores público e privado, Jerson Kelman assume a presidência do IBRAM; presidente do Conselho, Luiz Eduardo…

LEIA MAIS

Alunorte e UFPA assinam novo acordo para pesquisas de uso do resíduo de bauxita, dessa vez na produção de agregado sintético

13 de outubro de 2020

A Alunorte anuncia novo acordo com a Universidade Federal do Pará (UFPA) para pesquisa sobre o uso do resíduo da bauxita na…

LEIA MAIS