NOTÍCIAS

Trafigura e Mubadala criam joint venture para investir em metais básicos

30 de junho de 2015

A trading holandesa Trafigura e o fundo Mubadala, de Abu Dabi, vão formar uma joint venture de mineração para investir em metais básicos, incluindo cobre e zinco. As empresas possuem 65% do Porto Sudeste, em Itaguaí

A trading holandesa Trafigura e o fundo Mubadala, de Abu Dabi, vão formar uma joint venture de mineração para investir em metais básicos, incluindo cobre e zinco. As empresas possuem 65% do Porto Sudeste, em Itaguaí (RJ), comprado junto à MMX Mineração, no fim de 2013. O Mubadala adquiriu, em fevereiro, 100% da AUX, mineradora de ouro que também pertencia a Eike Batista.

rn

O acordo foi anunciado, na última segunda-feira (29), em comunicado enviado ao mercado pela Trafigura. Cada uma das empresas terá 50% de participação na joint venture.

rn

O contrato prevê também a aquisição de 50% das ações da Minas de Aguas Teñidas (Matsa), que pertence à trading holandesa, por parte do fundo Mubadala. A mineradora controla três minas no sul da Espanha, onde produz cobre, zinco e concentrado de chumbo. Os ativos foram avaliados em aproximadamente US$ 1,4 bilhão.

rn

“A Matsa tem uma forte posição competitiva e excelente potencial de expansão, com expectativa de mais do que dobrar a capacidade nos próximos dois anos. Investir na Matsa é um passo fundamental para aumentar e diversificar nosso portfólio de mineração e metais”, afirmou Ahmed Yahia Al Idrissi, CEO da Mubadala Technology and Industry.

rn

O acordo vem em meio à queda nos preços do cobre e do zinco, que tem sido cotados em mínimas dos últimos seis anos, e ao crescimento desacelerado da demanda na China, principal consumidora. Esse cenário fez com que outros fundos, como o X2 Resources, liderado pelo ex-CEO da Xstrata, Mick Davis, captasse bilhões de investidores para adquirir ativos, num período que foi considerado o piso do ciclo dos preços das commodities.

rn

“Isso [acordo para joint venture] se sustenta em nossa já existente estratégia para o setor e parceria com o Mubadala. Nós estamos identificando novas oportunidades e investindo cuidadosamente juntos em formas de complementar nosso portfólio”, disse Jeremy Weir, CEO da Trafigura.

rn

Sediada na Suíça, a trading holandesa já havia investido cerca de 200 milhões de euros para adquirir 15,3% de participação na Nyrstar, maior produtora de zinco do mundo. Fundada em 1993, a Trafigura é uma das maiores traders do mundo para petróleo bruto, metais e minerais.

rn

O Mubadala, criado em 2002, tem um portfólio de investimentos de aproximadamente US$ 66 bilhões, segundo informações de seu website. No setor de mineração, o fundo, em conjunto com o Investment Corporation of Dubai, possui participação na Emirates Global Aluminium, uma das maiores companhias de alumínio do mundo.

rn

Trafigura e Mubadala adquiriram, em outubro de 2013, 65% do Porto Sudeste, da MMX, por cerca de US$ 400 milhões. A mineradora de Eike Batista continua com os 35% restantes do empreendimento.

rn

O Mubadala também adquiriu 100% da AUX, mineradora de ouro do grupo EBX, em fevereiro deste ano. Desde 2012, o fundo emprestou cerca de US$ 2 bilhões para Eike Batista e recebe os pagamentos em ativos das companhias do grupo EBX. O Mubadala tem ainda participações na IMX e na Prumo Logística. Com informações do Financial Times.

rn

Clique aqui e acesse a matéria na íntegra.

rn

 

rn

 

 

Fonte: Notícias de Mineração Brasil

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Guia de boas práticas aborda etapas de ciclo de vida de barragens e outras estruturas de disposição de rejeitos

8 de agosto de 2019

A minuta do ‘Guia de Boas Práticas de Gestão de Barragens e Estruturas de Disposição de Rejeitos’, que está em fase…

LEIA MAIS

Simpósio Brasileiro do Diamante desperta interesse internacional

1 de outubro de 2018

O 7º Simpósio Brasileiro de Geologia do Diamante, acontecerá em Salvador, na Bahia, e está atraindo palestrantes e representantes de…

LEIA MAIS

IBRAM realiza pesquisa sobre o que o público gostaria de ver na próxima edição da EXPOSIBRAM

8 de outubro de 2018

O que você gostaria de sugerir para a próxima edição da  Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (EXPOSIBRAM)? Considerada a principal vitrine…

LEIA MAIS