NOTÍCIAS

USP tem projeto de apoio ao minerador

23 de julho de 2012

rnA Universidade de São Paulo (USP) promete investir R$ 600 mil nos próximos três anos para promover o desenvolvimento de técnicas “limpas” para a extração de minérios com a criaç&ati

rn

A Universidade de São Paulo (USP) promete investir R$ 600 mil nos próximos três anos para promover o desenvolvimento de técnicas “limpas” para a extração de minérios com a criação do Núcleo de Apoio à Pequena Mineração Responsável.

rn

Até a publicação do edital, que deverá ocorrer no início de agosto, pesquisadores do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo, da Escola Politécnica da USP, vão selecionar pequenos garimpos de ouro e cassiterita em Estados mineradores do País, como Amazonas, Amapá, Rondônia e Pará. Entre os projetos em estudo está uma parceria com a Cooperativa dos Garimpeiros do Rio Madeira.

rn

O professor Giorgio de Tomi, que deverá ser um dos responsáveis pelo núcleo, explica que a intenção é atuar nos demais bens minerais. “A abrangência dessa iniciativa é ampla e cobre todos os bens minerais que são alvo de operações artesanais”, afirma. “Trata-se de um grande desafio, mas a mineração e a sociedade em geral não têm alternativas. Temos de identificar soluções práticas que possam ser adotadas pelos garimpeiros e pelos trabalhadores artesanais.”

rn

Segundo Tomi, a iniciativa é um projeto de longo prazo, que pretende atrair recursos externos muito mais significativos, vindos de agências de fomento, organizações ambientais e iniciativa privada. “Existe tecnologia mercury free que é acessível e simples de usar, mas precisamos de um esforço da sociedade em geral para implantá-la de forma eficiente e eficaz”, afirma.

rn

Para ele, uma medida paliativa menos prejudicial é substituir o mercúrio pelo cianeto. “Essa substância pode ser neutralizada em um processo simples e barato. É muito mais simples e menos arriscado que usar maçaricos e cadinhos (com mercúrio), basta ensinar e apoiar os garimpeiros para tanto”,afirma o professor. O núcleo deve ser implantado no segundo semestre deste ano.

rn

 

Fonte: O Estado de S. Paulo

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Minério mantém alta

5 de dezembro de 2017

Em sua quinta alta consecutiva, o minério de ferro atingiu o maior valor desde 14 de setembro no mercado à…

LEIA MAIS

Votorantim Cimentos apoia projeto de resgate histórico-cultural em Corumbá (MS)

17 de dezembro de 2018

Projeto “Todo Lugar tem uma História para Contar”, do Museu da Pessoa, reuniu histórias de vida dos moradores que impulsionou…

LEIA MAIS

Produção da Vale bate recorde no trimestre

20 de outubro de 2017

O complexo atingiu recorde trimestral de 45 Mt no terceiro trimestre, ao produzir 8,5% a mais do que no segundo trimestre.

LEIA MAIS