NOTÍCIAS

Vale aposta em demanda estável de minério de ferro apesar de temores

23 de maio de 2012

rn rnA Vale continua contando com demanda firme por minério de ferro e vendendo todos volumes produzidos pela companhia, afirmou nesta segunda-feira o coordenador-executivo de Relações com Investidores, Viktor Moszkowicks, a

rn

 

rn

A Vale continua contando com demanda firme por minério de ferro e vendendo todos volumes produzidos pela companhia, afirmou nesta segunda-feira o coordenador-executivo de Relações com Investidores, Viktor Moszkowicks, a despeito dos sinais de desaceleração da economia chinesa.

rn

 

rn

“Não temos nenhum problema em relação aos pedidos, continuamos vendendo todas as quantidades produzidas pela companhia. O cenário que enxergamos continua positivo”, disse o executivo da maior produtora do mundo de minério de ferro, após notícias da Ásia de que alguns compradores estão pedindo adiamento de entregas e descumprindo contratos.

rn

 

rn

A demanda chinesa é uma das preocupações citadas por analistas em seus relatórios a respeito do desempenho das mineradoras.

rn

 

rn

O preço do minério de ferro tem recuado nas últimas semanas, passando de US$ 150 por tonelada há cerca de duas semanas, para US$ 135 na sexta-feira, disseram os próprios executivos da Vale.

rn

 

rn

Para Marcelo Aguiar, analista do Goldman Sachs, o preço da commodity deve ficar em torno de US$ 150 a tonelada no mercado à vista no segundo semestre, apresentando uma recuperação na comparação com os valores atuais.

rn

 

rn

O especialista avalia que os preços estão em queda agora devido a uma série de fatores que aumentaram a oferta, entre os quais a tendência da Índia de ofertar mais minério neste período, assim como Brasil e Austrália, que retomaram a normalidade da produção após chuvas e furacões.

rn

 

rn

Segundo ele, compradores chineses devem aumentar as compras de minério no segundo semestre por conta de queima de estoques e melhores condições de compra.

rn

 

rn

“Nossa expectativa no Goldman Sachs é que haverá um pacote maior de incentivos à demanda doméstica na China ao longo do segundo semestre”, afirmou.

rn

 

rn

A expectativa de Aguiar está em linha com as expectativas de executivos da Vale, segundo declarações na sexta-feira. Tanto o presidente da companhia, Murilo Ferreira, quanto José Carlos Martins, diretor de Ferrosos e Estratégia da mineradora, afirmaram que os preços vão se recuperar no segundo semestre.

rn

 

Fonte: Folha de S. Paulo

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Participe do I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral

15 de outubro de 2018

Estão abertas as inscrições para o I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral. O evento, promovido pela Agência Nacional de Mineração (ANM),…

LEIA MAIS

Royalty: mineradoras recolhem mais CFEM em 2018

5 de abril de 2018

A arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), considerada o royalty da mineração, totalizou R$ 211 milhões no mês…

LEIA MAIS

Exportação de pelotas aumenta 14,2% de janeiro a setembro

23 de novembro de 2017

Foram exportadas 22,5 milhões de toneladas de pelotas nos nove meses deste ano A exportação de pelotas, feita pela Vale,…

LEIA MAIS